header top bar

section content

Governo e prefeituras discutem soluções para destinação dos resíduos sólidos

Participaram da reunião oito, dos dez prefeitos de cidades paraibanas

Por Portal Diário com SECOM

03/10/2019 às 08h18

Reunião para soluções para destinação dos resíduos sólidos

A Secretaria Executiva de Economia Solidária (Sesol), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), se reuniu com prefeitos da região do Vale do Mamanguape e suas respectivas equipes técnicas com o objetivo de discutir soluções para a gestão e destinação final dos resíduos sólidos desses municípios.

A secretária executiva de Economia Solidária, Roseana Meira, informou que a Sedh se comprometeu em fazer uma agenda com cada município e dar orientação de como organizar a coleta, fazer a mobilização, sensibilização e a capacitação da equipe dos catadores, assim como colaborar na organização. “É necessário que os catadores estejam reunidos em cooperativas ou associações. Podemos dizer que estamos construindo com esses municípios um projeto estratégico de construção de cidadania socioambiental para agentes da prefeitura e catadores e catadoras”, observou.

Roseana Meira comentou que os municípios do Vale Mamanguape assinaram com o Ministério Público (MP) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) fixando prazo para que estes apresentassem soluções para a gestão dos resíduos sólidos de suas cidades. Exaurido esse prazo, os prefeitos buscaram o apoio Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano, que tem como uma das responsabilidades essa gestão.

Ela avaliou a reunião como proveitosa com a definição de alguns encaminhamentos de organização interna dos municípios, a exemplo da necessidade de se fazer uma coalizão de forças na gestão dos resíduos sólidos, e organizar a demanda junto ao Governo do Estado, no sentido de aquisição de espaços para guarda dos materiais da coleta seletiva.

Para a prefeita do município de Marcação, Eliselma Oliveira (Lili), a reunião foi de grande importância e contribuição para os municípios. “Nesse momento em que todos os prefeitos buscam soluções para a problemática dos resíduos sólidos, a parceria com o Governo, através da Sesol, é crucial nesse processo, principalmente quando se trata da gestão dos resíduos direcionada à sustentabilidade socioambiental. Trabalhar resíduos sólidos é criar oportunidades de valorização dos profissionais da catação de materiais recicláveis, de respeito, de inclusão social e também de geração de renda para estas famílias que vêem nos resíduos sua fonte de renda”, ressaltou.

E adiantou: “Como gestora, entendo que os resíduos sólidos configuram-se como oportunidade de inclusão e de fomento à economia solidária, através do qual estes profissionais têm a possibilidade de sair da zona de vulnerabilidade social, e por fim trabalharem de forma digna. Sendo assim, a reunião foi positiva porque fortaleceu a parceria existente entre o município de Marcação e a Secretaria Executiva de Economia Solidária que já desenvolveram ações significativas com os catadores do município, inclusive com a criação de uma associação em processo de formalização, já foi realizada capacitação dos catadores a cerca da produção de compostagem, dentre outras ações”.

Participaram da reunião oito, dos dez prefeitos das cidades da região: Mamanguape, Capim, Lagoa de Dentro, Rio Tinto, Marcação, Mataraca, Jacaraú e Cuité de Mamanguape.

PORTAL DIÁRIO

FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: Deputado mostra documento que comprova desvio de doses da vacina em cidade da região de Sousa

SEGUNDA DOSE

VÍDEO: Secretária de saúde de Ipaumirim explica como será segunda fase da vacinação contra Covid-19

SAÚDE

VÍDEO: Secretário revela que Paraíba aguarda chegada de Vacinas da Oxford e Instituto Butantan

ABSURDO

VÍDEO: Vereador denuncia redução no tempo de tolerância na Zona Azul de Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!