header top bar

section content

Policial militar do BOPE de cidade do Sertão da PB morre ao capotar seu carro na BR-230

O acidente aconteceu entre as cidades de Patos e São Mamede, e vitimou fatalmente o policial militar Márcio Felipe de Sousa Mangueira, de 32 anos

Por

20/12/2015 às 20h17 • atualizado em 16/03/2016 às 16h57

Mais um acidente com vítima fatal aconteceu na rodovia BR-230 neste domingo (20). Poucas horas depois de uma colisão entre dois carros que deixou duas pessoas mortas próximo a Pombal, dessa vez um policial militar morreu ao capotar seu veículo.

O acidente aconteceu entre as cidades de Patos e São Mamede, e vitimou fatalmente o policial militar Márcio Felipe de Sousa Mangueira, 32 anos, natural da cidade de Santana de Mangueira, no Vale do Piancó, Sertão paraibano.

Cabo Mangueira, como era conhecido, atuava na equipe do BOPE do 3º Batalhão de Polícia Militar, em Patos. Ele havia saído de uma confraternização que acontecia com companheiros de trabalho.

VEJA MAIS

Grave acidente na BR-230 mata duas pessoas e deixa outras feridas. IMAGENS FORTES!

Homem de moto bate em cone da polícia, cai e é preso por porte de arma de fogo na PB-393

O jovem estaria conduzindo seu veículo, um Chevrolet modelo Astra, em alta velocidade quando perdeu o controle da direção e sobrou em uma curva. Ele teve morte imediata. O veículo ficou destruído.

Cabo Mangueira era formado em Educação Física. Seu pai, o major Antônio Roberto, e seu irmão que é advogado criminalista e professor da FIP, Hallem Sousa, residem em Patos. Já seu outro irmão que é enfermeiro socorrista, Allyson Franklin, reside em Diamante.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações do portal Diamante Online

Tags:
FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Júnior e Jeová começam a ganhar cargos em Cajazeiras e “sinal vermelho foi ligado”, diz colunista