header top bar

section content

Com a criação de força-tarefa, Paraíba diminui índices de assaltos a bancos em 61% no ano de 2019

A ação resultou na diminuição do número de ocorrências de 66 casos em 2018 para 22 casos em 2019

Por Tanammy Freire

24/01/2020 às 11h46 • atualizado em 24/01/2020 às 11h54

Imagem ilustrativa

O estado da Paraíba registrou uma diminuição de 61% nos índices de assaltos a instituições bancárias no ano de 2019, quando comparado ao ano de 2018. Esses dados foram divulgados pelo Anuário de Segurança Pública do Governo do Estado.

Em 2019, logo no começo do ano, houve a criação de uma força-tarefa para conter e evitar assaltos a bancos na Paraíba. A ação resultou na diminuição do número de ocorrências de 66 casos em 2018 para 22 casos em 2019.

Segundo as estatísticas foram 10 arrombamentos, 16 furtos com uso de explosivos e quatro roubos. Os casos com explosões tiveram uma queda de 72%.

Número de ocorrências de assaltos a bancos e tentativas de acordo com o mapa de violência do sindicato dos bancários da Paraíba

VEJA TAMBÉM 

Paraíba é destaque no Fantástico entre os estados com baixa letalidade policial

Entenda a ação da força-tarefa

A força-tarefa tem o objetivo de combater ataques a bancos e outros tipos de crimes contra o patrimônio, tentando prevenir e reprimir os furtos em agências com uso de explosivos, arrombamento e também assaltos a carros forte. A ação foi criada pela Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds) da Paraíba e os casos mais comuns, segundo o anuário, são os de furto com explosão, seguido de arrombamento.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

MOMENTO DE UNÇÃO

VÍDEO: Comunidade católica que viaja o mundo anima fiéis em retiro espiritual na cidade de Sousa

CUIDADOS NO TRÂNSITO

VÍDEO: Operação da PRF no Sertão da Paraíba intensifica ações onde ocorrem mais acidentes no Carnaval

MUITA FESTA

VÍDEO/FOTOS: Bloco Os Imprensados arrasta foliões na sexta-feira de Carnaval na cidade de Cajazeiras

OPOSIÇÃO

VÍDEO: Dra. Paula revela que não seguiria colegas de partido e votaria contra a criação da PB Saúde

Conteúdo Protegido!