header top bar

section content

Feminicídio cresce 11,76% na Paraíba e Doutora Paula cobra políticas públicas para combater os crimes

Ainda nesta quarta, Dra. Paula apresentou voto de pesar na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) pelo falecimento de Francisco Egídio de Moura

Por Assessoria

24/10/2020 às 20h00 • atualizado em 26/10/2020 às 20h08

Deputada Dra. Paula Francinete

O Anuário da Segurança Pública da Paraíba Exercício 2019 mostra que a Paraíba registrou um crescimento de 11,76% no número de casos, tendo a quarta maior alta em relação aos estados brasileiros, atrás apenas de Sergipe (163,9%), Amapá (145,2%) e Rondônia (100%). Observando essa realidade, a deputada estadual e integrante da Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Doutora Paula (Progressistas), cobrou do Governo do Estado o desenvolvimento de políticas públicas e normas para barrar a o crescimento da violência.

“Precisamos encontrar formas de evitar que esses crimes aconteçam. Esse é um trabalho que deve ser feito a longo prazo, mas enquanto estudamos a melhor forma de erradicar isto, devemos adotar medidas urgentes para que as mulheres não sejam mortas pelo simples fato de serem mulheres. Não podemos ficar parados esperando que os homens parem de matar as mulheres no nosso estado”, defendeu a deputada.

O Anuário da Segurança Pública mostra que o feminicídio ainda é a principal causa de morte das mulheres na Paraíba. O estudo mostra que 73 mulheres foram mortas em 2019 no estado, sendo 34 (ou seja, 46,58 %) vítimas de feminicídio. Em 2018, o mesmo dado apurou 84 mulheres assassinadas, sendo 38 vítimas de feminicídio (45,24 % do total).

No Brasil

Nos últimos 12 meses, 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativa de estrangulamento no Brasil, segundo o Datafolha. Em 2018, foram 221.238 registros de casos que se enquadram na Lei Maria da Penha. Nove em cada dez assassinatos de mulheres são praticados por companheiros ou ex-companheiros. Apenas 4 dentre 100 mulheres assassinadas por feminicídio chegaram a fazer boletim de ocorrência.

MISSÃO CUMPRIDA

VÍDEO: Com ajuda de Amigos de Cajazeiras, campanha ‘Sertão Solidário’ entrega mais de 20 toneladas de alimentos e emociona famílias carentes

IMUNIZADO

VÍDEO: Repórter da TV Diário do Sertão na região do Vale do Piancó é vacinado contra a Covid-19

UNIÃO FORTALECIDA

VÍDEO: Casal homoafetivo fala sobre a maternidade “queremos ter mais filhos”

DIRETO DA CAPITAL

VÍDEO: Em entrevista exclusiva, governador fala de obras e ações para o Sertão e responde a jornalistas e prefeitos

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!