header top bar

section content

Faculdade Santa Maria de Cajazeiras assina convênio com MPPB para atender população idosa, no Sertão

A população idosa das instituições de longa permanência serão atendidas por projetos que serão desenvolvidos pela Faculdade Santa Maria em parceria com o Ministério Púbico da Paraíba.

Por Juliana Santos

03/12/2020 às 16h35

Fachada da Faculdade Santa Maria em Cajazeiras. (Foto: Divulgação)

O Ministério Público da Paraíba e a Faculdade Santa Maria, de Cajazeiras, firmaram convênio de cooperação técnica-administrativa, para a realização de atividades como palestras, visitas, projetos relacionados a defesa do idoso e pesquisa sobre a saúde da população idosa de oito instituições de longa permanência, distribuídas em cinco cidades do Sertão paraibano.

O documento foi assinado pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, pelo coordenador Núcleo de Políticas Públicas (NPP) do MPPB, procurador Valberto Lira, pela diretora presidente da faculdade, Ana Costa Goldfarb e pela diretora administrativa Sheyla Lacerda.

De acordo com o documento assinado, a cooperação tem como objetivo o desenvolvimento de projetos, o intercâmbio de informação relativa às suas organizações, estruturas e funcionamento, de gestão administrativa, bem como as ações, programas e projetos sociais.

A professora e procuradora educacional institucional da Faculdade Santa Maria, Eclivaneilde Caldas de Abreu, disse que a faculdade vai dar início ao planejamento das atividades 2021.1 o que incluiu os projetos com as instituições de idosos. “Estamos planejando atendimento em diversas áreas como fisioterapia, nutrição, cardiologia e outras especialidades da área da saúde. Estamos felizes de firmar esse convênio com o Ministério Público, pois mostra nosso compromisso com a sociedade”, comentou.

VEJA TAMBÉM

FSM lança Vestibular 2021.1 de forma online, com exceção do curso de Medicina, que será presencial

De acordo com o procurador Valberto Lira, o protocolo vai permitir que ações conjuntas principalmente na área da saúde. “Nós temos carência de alguns profissionais para ações que serão possíveis com esse Protocolo. Iremos nos reunir para elaboração dos primeiros projetos que, a priori, serão na área de defesa do idoso”.

As oito instituições de longa permanência para idosos comtempladas com as ações serão, duas em Sousa, três em Cajazeiras, uma em Uiraúna, uma em São João do Rio do Peixe e outra na cidade de São José de Piranhas.

DIÁRIO DO SERTÃO

COLAPSO

VÍDEO: Empresário cajazeirense que mora em Roraima revela que oxigênio deve acabar em 14 dias

SAÚDE

VÍDEO: Após crise no Amazonas, diretor do Hospital Regional diz se o oxigênio pode acabar em Cajazeiras

VAMOS AJUDAR

VIDEO: Dona de casa chora ao fazer apelo por comida e medicações em Cajazeiras: ‘Tenho dois filhos’

NOS BRAÇOS DO POVO

VÍDEO: Vereador da região de Sousa que tomou posse dentro da prisão é recebido com festa pela população

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!