header top bar

section content

VÍDEO: 10% da população teve contato com a Covid e crianças de zero a 15 anos foram as mais infectadas

Devido os dados do Inquérito Sorológico da Secretária de Saúde da Paraíba, as aulas da rede pública de ensino no estado, deverá ter início no dia 1º de março, com 70% de aulas remotas.

Por Juliana Santos

26/01/2021 às 19h28 • atualizado em 26/01/2021 às 19h30

Adotar medidas que diminua a transmissibilidade do coronavírus está sendo uma tarefa constante do Governo da Paraíba. E uma grande preocupação do governo no momento é estabelecer normas para o retorno das aulas na rede pública do estado.

O Inquérito Sorológico da Secretaria de Saúde da Paraíba aponta que 10% da população do estado, já teve contato com o vírus da Covid-19 e dessa quantidade a maior parte das pessoas infectadas foram crianças e adolescentes de zero a 15 anos de idade.

Devido esse dado existe uma preocupação maior no retorna das aulas nas escolas públicas.

VEJA TAMBÉM

Governo da PB poderá suspender ‘feriado’ de Carnaval e restringir funcionamento de restaurantes

Em entrevista ao programa Frente a Frente da TV Arapuan, o governador João Azevêdo afirmou que até última semana de janeiro será apresentado um Plano de Retomada das Aulas. “Esse plano deverá estabelecer a retomada das aulas em 1º de março, com 70% das aulas de forma online e 30% presencial, como revezamento de turmas, uma nova organização das cadeiras, não mais enfileiradas, mas em arco. Temos que proteger as crianças”, detalhou o governador.

Plano de Retomada das Aulas está sendo definido na PB. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

PORTAL DIÁRIO

TENTANDO REAVER

VÍDEO: secretário de Ipaumirim diz que município perdeu mais de R$ 500 mil em verba para Hospital

PROTESTO

VÍDEO: Na prefeitura de Cajazeiras, Motoboys e comerciantes pedem que toque de recolher seja meia noite

MOMENTO DE ESPERANÇA

VÍDEO: Idosos começam a ser vacinados em Cajazeiras: “Agora ficarei descansada sem pensar nessa doença”

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Padre de Cajazeiras lamenta onda de mortes no Sertão da PB e pede atenção por parte das famílias

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!