header top bar

section content

Governador da Paraíba cancela ‘feriado’ de Carnaval devido a pandemia da Covid-19

A decisão será publicada, neste sábado (30), no Diário Oficial. No Estado, 4.025 vieram a óbito, após serem infectados pela Covid-19.

Por Juliana Santos

29/01/2021 às 14h49 • atualizado em 29/01/2021 às 14h50

Governador da Paraíba, João Azevêdo (Foto: Francisco França)

O governador João Azevêdo (Cidadania) cancelou o ponto facultativo estadual durante o “feriadão” de Carnaval, nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro. Essa decisão será publicada no Diário Oficial, neste sábado (30).

Nesta semana durante entrevista ao programa Frente a Frente da TV Arapuan em João Pessoa, o governador já tinha sinalizado o cancelamento da festividades. A decisão dependeria dos dados da pandemia da Covid-19, que são avaliados diariamente pela Secretaria de Saúde do Estado.

VEJA TAMBÉM

Governo da PB poderá suspender ‘feriado’ de Carnaval e restringir funcionamento de restaurantes

Por meio das redes sociais o governador publicou nesta sexta-feira (29), que não irá decretar ponto facultativo e os funcionários que trabalham nos órgãos estaduais irão trabalhar normalmente. “É preciso manter os cuidar de sempre, principalmente evitar as aglomerações”, ressaltou João Azevêdo.

O governador escreveu ainda que não é o momento de comemorações, pois a maioria da população ainda não foi vacinada contra a Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Paraíba já contabiliza 188.290 casos confirmados de coronavírus e 4.025 óbitos, até o último boletim da tarde dessa quinta-feira (28).

Confira a publicação na íntegra:

PORTAL DIÁRIO

COVID-19

VÍDEO: Secretário executivo de saúde mostra preocupação com aumento de pessoas internadas na Paraíba

VIOLÊNCIA

VÍDEO: Mãe se desespera ao ver corpo do filho que foi assassinado a tiros em Sousa

SITUAÇÃO COMPLICADA

VÍDEO: Quase 300 pessoas podem ficar desempregadas em Cajazeiras, após decreto de Zé Aldemir, afirmam empresários

FALTA DE EDUCAÇÃO

VÍDEO: Padre de Cajazeiras diz que número de mortes na pandemia é resultado da ‘deseducação’ das pessoas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!