header top bar

section content

VÍDEO: Presidente da CDL de Cajazeiras diz que proprietários de bares e restaurantes precisam de apoio

De acordo com o novo decreto, os bares, restaurantes e similares só podem funcionar das 06h ás 16h em atendimento presencial e até as 22h por meio de delivery ou retirada rápida no local.

Por Juliana Santos

23/02/2021 às 20h50 • atualizado em 23/02/2021 às 20h53

A cidade de Cajazeiras no Sertão da Paraíba está entre os 144 municípios do estado que devem obedecer ao decreto do governo Estadual que determinou o toque de recolher entre 22h e ás 06h. Além disso, os bares, restaurantes e similares só podem funcionar das 06h ás 16h em atendimento presencial, seguindo os protocolos de sanitários e até as 22h por meio de delivery ou retirada rápida no local.

As medidas são para conter o avanço da Covid-19 para que não ocorra o colapso do sistema público de saúde.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cajazeiras, Alexandre Costa, participou do programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão e fez uma análise sobre os efeitos do decreto, no município.

De acordo Alexandre, o decreto anterior publicado no dia 17 de fevereiro de 2021, pelo prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP), foi bastante maleável em aumentar o horário de funcionamento do comércio para que não tenha aglomeração. “Mesmo não participando mais do comitê gestor da prefeitura fui consultado para dar minha opinião no decreto, mesmo sem ter, voz, vez e voto, vale o registro da sensibilidade do Zé Aldemir de não fechar o comércio, ele poderia ter feito isso”, frisou.

VEJA TAMBÉM

Para conter a disseminação da Covid, confira a lista das cidades paraibanas que terão toque de recolher

Alexandre também pontou como negativo, a falta de apoio ao setor de bares e restaurantes, que pelas normas de contingências sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS) é o setor que foi mais penalizado. “É um setor que emprega muita gente, presta serviço a cidade e praticamente tem que ser observado de outras maneiras e o prefeito restringiu muito o funcionamento desse setores”, detalhou.

Mesmo com decreto próprio, a prefeitura de Cajazeiras e os outros 143 municípios agora devem seguir os protocolos do decreto do Governo do Estado publicado, nesta terça-feira (23), no Diário Oficial. Sob a aplicação de multa caso ocorra o descumprimento.

Alexandre Costa fez uma análise sobre o decreto. (Foto: Reprodução TV Diário do Sertão)

O novo decreto com vigência a partir desta quarta-feira (24) até 10 de março, determina toque de recolher entre 22h e ás 06h. Os bares, restaurantes e similares só podem funcionar das 06h ás 16h em atendimento presencial e até as 22h por meio de delivery ou retirada rápida no local. Também o comércio poderá funcionar até às 16h.

O presidente da CDL aproveitou para falar também da fiscalização, pois que de acordo com ele as normas do decreto são seguidas por alguns setores e por outros não. “Já que a lei é para todos, então deve ser cumprida”, disse.

DIÁRIO OFICIAL

OPINIÃO

VÍDEO: Sociólogo concorda com impeachment contra ministros do STF e explica conjuntura de Bolsonaro

SHOW DE MÚSICAS E SOLIDARIEDADE

VÍDEO: Programa Acústico Diário realiza sorteio de TV Led da Campanha de “O Show não pode parar”

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: Odontólogo explica em que período da gestação uma mulher deve ir ao dentista; confira

ESPIRITISMO

VÍDEO: Em um momento de perdas, o Programa Mensagem de Esperança apresenta o tema “A morte não é o fim”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!