header top bar

section content

VÍDEO: Delegado afirma que pessoas de Cajazeiras estão envolvidas no furto da casa de Carlinhos Paredão

De acordo com o delegado Glauber Fontes, além do líder da quadrilha, outros dois suspeitos de comprar os equipamentos furtados também foram presos.

Por Juliana Santos

25/03/2021 às 20h27 • atualizado em 25/03/2021 às 20h32

Após um mês do furto na residência de Carlinhos do Paredão e Lívia Abreu na cidade de Cajazeiras, Sertão da Paraíba, a Polícia Civil conseguiu prender o principal suspeito pelo crime, que de acordo a delegado Glauber Fontes é líder de uma quadrilha de furtos qualificados, que atua também nos estados da Pernambuco e Rio Grande do Norte.

O suspeito identificado por Michael, foi preso em Campina Grande, Agreste paraibano, e já foi conduzido para o Presídio de Cajazeiras, onde ficará a disposição da justiça. Outros dois homens foram presos suspeitos de comprar o material do Michael. Outra pessoa também envolvida no crime foi identificada pela polícia, que está trabalho de localização.

VEJA TAMBÉM 

Polícia Civil prende em Campina Grande suspeito de furto na residência de Carlinhos do Paredão

Em entrevista coletiva, nesta quinta-feira (25), em Cajazeiras, o delegado Glauber Fontes, afirmou que tem plena convicção que tem pessoas da cidade envolvidas no crime. “O preso nega que exista participação de alguém da cidade, em depoimento falou que viu o paredão de som durante uma passagem pela cidade. Nós não acreditamos nessa versão, temos a plena convicção que tem pessoas de Cajazeiras envolvidas no roubo, que deu todo suporte, comunicou e facilitou demasiadamente a consumação desse crime”, frisou.

Delegado da Polícia Civil, Glauber Fontes. (Foto: Reprodução)

A investigação

A investigação policial foi iniciada no momento reconhecimento do veículo, um Siena de cor Prata, usado pelos criminosos, também o trajeto que eles fizeram até Cajazeiras e o retorno para Campina Grande. “Ao localizar a casa do Michael, a polícia identificou o veículo e alguns objetos que pertenciam ao paredão de som. Ao ser questionado Michael confirmou a autoria do crime e apontou dois compradores dos objetos”, afirmou o delegado.

Glauber Fontes detalhou ainda que além dos objetos encontrados na casa do Michael, também forma apreendidos várias partes do som em duas equipadoras em Campina Grande. “Cerca de 70% dos equipamentos foram recuperados, porém os familiares precisam reconhecer o material”, detalhou.

Vários equipamentos forma localizados pela polícia. (Foto: Divulgação)

O caso

Carlinhos dos Paredão e Lívia Abreu faleceram no dia 22 de fevereiro, no Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), após complicações da Covid-19.

A morte do casal comoveu a cidade de Cajazeiras e região, além da repercussão nacional, devido a proximidade do horário de falecimento de um para o outro, que foi de apenas 20 minutos de diferença.

No dia 24 de fevereiro, um dia após o sepultamento de Carlinhos e Lívia, a residência do casal foi arrombada e toda a aparelhagem de som e outros objetos da casa furtados. O crime chocou toda a Paraíba, por conta da proximidade do dia da morte precoce do casal.

A polícia informou que dará continuidade as investigações para prender todos os envolvidos no furto.

DIÁRIO DO SERTÃO

'VIDA: DÁDIVA DE DEUS'

VÍDEO: Radialista da região de Pombal que estava internado na UTI de Piancó chora ao vencer a Covid-19

'DEUS TÁ NA FRENTE'

VÍDEO: Dra. Paula pede orações após Zé Aldemir ser transferido para hospital Sírio Libanês em São Paulo

BAIXOU O NÍVEL

VÍDEO: Durante sessão da Câmara, vereador manda colega ‘enfiar a língua naquele canto’, em cidade da PB

PRESENTE MELHOR NÃO HÁ

VÍDEO EMOCIONANTE: Jovem da região de Cajazeiras que estava intubada em hospital de João Pessoa, acorda um dia antes do aniversário

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!