header top bar

section content

VÍDEO: Em entrevista a TV Diário do Sertão Luciano Cartaxo rebate críticas da oposição e fala sobre 2022

O ex-prefeito de João Pessoa afirmou que vai disputar as eleições de 2022, criticou atual gestão na Capital e o governador João Azevêdo. O político também deu detalhes das conversas com partidos políticos.

Por Juliana Santos

07/05/2021 às 21h23

Luciano Cartaxo (PV) foi entrevistado nesta sexta-feira (07) no programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão e falou sobre ações em cargos que assumiu durante a vida pública e também sobre a política e afirma que irá concorrer as eleições de 2022. Essa foi a primeira entrevista do político a uma emissora da região do Sertão da Paraíba, após concluir os oito anos como prefeito da capital, João Pessoa.

Natural da cidade de Sousa, Luciano também foi vereador, deputado estadual e vice-governador do Estado, mas foi durante a gestão como prefeito da Capital, que seu nome teve destaque nos últimos anos.

Cartaxo destacou como marco da sua gestão como prefeito, o cuidado com as pessoas e melhoria de vida da população. O ex-gestor detalhou as obras e ações realizadas no seu governo como a obra no Parque da Lagos Sólon de Lucena, o Parque da Bica, a calçadinha da Orla da cidade. Também o aumento do números de vagas em creches e de escolas integrais, com ensino bilíngue, além de novas moradias para pessoas que viviam em áreas de risco. Luciano ressaltou o aumento de Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que foram instalados nos bairros do Valentina, Cruz das Armas e Bancários.

Upa do bairro Valentina em João Pessoa. (Foto: Juliana Santos)

VEJA TAMBÉM

Eleições 2022 na PB, um desafio de gigantes

Oposição

Ainda sobre a gestão municipal, Luciano Cartaxo rebateu a críticas feitas pelo atual prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas) de que teria deixado a prefeitura com sérios problemas. Uma setor muito criticado foi em relação a coleta de lixo na cidade.

Cartaxo se defendeu afirmando que foi apresentado um relatório detalhado da realidade deixada pela sua gestão. “Nós entregamos a prefeitura com R$350 milhões em caixa, também entregamos investimentos na cidade no valor de $100 milhões por meio do Programa João Pessoa Sustentável, a primeira operação de crédito internacional de João Pessoa, uma gestão com equilíbrio fiscal em parceria com o Banco Interamericano”, detalhou.

O político disse que Cícero Lucena faz um gestão de retrovisor, olhando para trás e reclamando de coisas que não procedem. “Ao invés de pegar uma cidade organizada e dá sequência e fazer coisas novas, a atual gestão deu marcha a ré, a tal política do retrovisor, o resultado é que depois de quatros meses de gestão a cidade está retrocedendo”, disse.

Em relação a parceira do prefeito da cidade e o governador do estado, Cartaxo frisou que não vê trabalho conjunto e criticou João Azevêdo. “O governador está no seu terceiro mandato e até agora não disse a que veio. Não temos uma obra relevante em nenhum das áreas e não consegue levar ações aos 223 municípios paraibanos. Falaram que seria bom o trabalho da conjuto prefeitura e estado, que iria trazer benefícios para nossa capital, mas não vemos isso”, frisou.

Parque Sólon de Lucena, em João Pessoa. (Foto: Juliana Santos)

Eleições 2022

Luciano Cartaxo reafirmou que irá disputar as eleições de 2022, mas está analisando se vai concorrer ao cargo de governador, de senador ou deputado. “Devido a pandemia e para preservar a minha saúde e de minha família não posso percorrer o estado para fazer campanha no momento. Mas tomei a decisão de concorrer a eleição, não defini ainda para qual cargo, se de governador do estado, já que fui prefeito tenho essa experiência no poder executivo ou de senador, deputado, já que também passei pelo legislativo. Vamos dialogar com as lideranças políticas”.

No entanto, Cartaxo afirmou que está conversando com os partidos políticos e discutidos políticas públicas do cenário estadual e nacional. “No cenário nacional temos um fato concreto do ex-presidente Lula disputar mais um mandato de presidente ele fez muito pelo Brasil e pelo Nordeste e o Partido Verde no âmbito nacional ainda não se posicionou, mas está aberta a discussão. No cenário estadual, temos conversado com algumas pessoas, mas não no ponto de vista de formação de chapa, que será montada posteriormente”, relatou.

Luciano Cartaxo e Lula durante comício em João Pessoa. (Foto: Juliana Santos)

Covid-19

Luciano também criticou a atuação do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia causada pelo Covid-19. “Se o governo federal tivesse tomado as medidas antecipadas, acreditado que teria que vacinar a população e tivesse comprado as diversas vacinas que estão sendo fabricadas, hoje estaríamos em um processo avançado de vacinação. Mas o que cabe aos municípios é executar e organizar uma vacinação com a quantidade de doses recebidas. Não precisa os idosos está em fila para se vacinar e deve ter comunicação direta com a população”, finalizou.

DIÁRIO DO SERTÃO

'DEUS TÁ NA FRENTE'

VÍDEO: Dra. Paula pede orações após Zé Aldemir ser transferido para hospital Sírio Libanês em São Paulo

BAIXOU O NÍVEL

VÍDEO: Durante sessão da Câmara, vereador manda colega ‘enfiar a língua naquele canto’, em cidade da PB

PRESENTE MELHOR NÃO HÁ

VÍDEO EMOCIONANTE: Jovem da região de Cajazeiras que estava intubada em hospital de João Pessoa, acorda um dia antes do aniversário

DISCORDÂNCIA

VÍDEO: Vereador de Ipaumirim relata mudanças em PL que trata sobre alienação de prédios públicos

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!