header top bar

section content

VÍDEO: Em visita ao Sertão, Efraim Morais fala do trabalho na SEDAP e das projeções políticas para 2022

O ex-senador está cumprindo agenda da Secretaria Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (SEDAP) e nessa sexta-feira estará em Cajazeiras.

Por Juliana Santos

27/05/2021 às 22h50 • atualizado em 27/05/2021 às 22h53

O ex-senador e secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (SEDAP) da Paraíba, Efraim Morais (DEM) em visita ao Sertão paraibano, concedeu entrevista a TV Diário do Sertão nesta quinta-feira (27). Ele destacou o trabalho de peixamento dos açudes e analisou o cenário político para as eleições em 2022.

O secretário esteve nesta quinta-feira visitando mananciais nas regiões no entorno dos municípios de Marizópolis e São João do Rio do Peixe. Na sexta será a vez das regiões de Cajazeiras e Uiraúna. “Os nossos mananciais receberam um bom volume de água e nosso trabalho é de o peixamento desses reservatórios”, detalhou.

De acordo com o Efraim, a programação da Secretária é de distribuir 5 milhões de alevinos no Estado. “Cumpro uma missão muito importante e quero agradecer ao governador João Azevêdo pela confiança. A SEDAP é muito importante pois trato com agronegócio e com pesca, que é um dos pilares do país. Tenho recebido do governador condições de trabalho”, disse.

Ex-senador e secretário da SEDAP, Efraim Morais (DEM). (Foto: Diário do Sertão)

Política

Sobre cenário político que vem sendo construído para 2022, Efraim Morais, afirmou que o Democrata está construindo a postulações e que seu filho, o deputado federal Efraim Filho (DEM) está se encaminhado para disputar o próximo pleito, dessa vez para um cargo no Senado Federal. “O partido está pronto e preparado para disputar as eleições proporcionais e de fazer parte da chapa majoritária. Efraim Filho está no seu quarto mandato de deputado foi colocado pela terceira vez como líder da bancada nacional do Democrata e agora coloca o seu nome para análise para disputar uma vaga no Senado”, detalhou.

Efraim Filho está conversando com lideranças políticas e já informou ao governador João Azevêdo (Cidadania) sobre as pretensão da disputa política, que de acordo com Morais segue um caminho irreversível. “Política não é feita entre quatro paredes, e Efraim Filho está conversando com os prefeitos, vice-prefeitos, deputados estaduais e federias, já comunicou ao governador João Azevêdo e está avaliando ao mesmo tempo analisando o que ele quer fazer como senador da república e a responsabilidade com a Paraíba, principalmente o Sertão”, explicou.

No entanto Efraim Morais, descartou a possibilidade de colocar seu nome em uma nova disputa política e que caso for necessário colocaria o seu outro filho como candidato. “Meu tempo já passou. Não passa pela minha cabeça disputar um cargo político. Mas dependendo das composições eu tenho meu outro filho George Morais que está como superintendente da Semob João Pessoa, mas se for necessário, não quero e nem precisa, eu poderia voltar a política. No entanto me coloco como coordenador dessas campanhas”, detalhou.

Superintendente da Semob-JP, George Morais e o deputado federal Efraim Filho. (Foto: Divulgação)

Composições

Sobre o diálogo do partido Progressista (PP) e o governador João Azevêdo, Morais foi enfático em afirmar que o PP não apoiou a candidatura de João Azevêdo em 2018. “A política é um círculo, as vezes você está em cima, amanhã embaixo, na eleição passada o Progressista não apoiou João Azevêdo, mas os Democratas apoiaram. Eu respeito a posição do PP é legítima querendo participar da chapa majoritária e existe duas vagas, de vice-governador e senador. Se os prefeitos quiserem o nome de Efraim Filho como senador, o espaço será ocupado pela força popular, vamos insistir na vaga do Senado”, frisou.

Governador João Azevêdo (Cidadania) junto com Agnaldo Ribeiro (PP). (Foto: Divulgação)

Efraim Morais criticou a possível candidatura de Agnaldo Ribeiro ao senado. “Tem nossa senadora Daniela Ribeiro que está ocupando seu espaço seria mais um irmão senador, dois de dentro de casa é preciso avaliar essa posição”, disse.

O secretário afirmou ainda que o DEM não é adversário do PP, ambos fazem parte da base do Governo, porém os Progressistas chegaram a base, onde o Democratas já fazia parte.

DIÁRIO DO SERTÃO

ACADEMIA CAJAZEIRENSE DE ARTES E LETRAS

VÍDEO: Presidente da ACAL diz que pandemia dificultou a aproximação entre membros da diretoria

RISCOS

VÍDEO: Dois bairros de Cajazeiras estão em alerta de surto de dengue; reportagem mostrou pontos críticos

NOVIDADES

VÍDEO: IFPB de Cajazeiras inicia aulas presenciais e anuncia seletivo com notas dos últimos quatro Enem

OPERAÇÃO ARACATI

VÍDEO: Delegado seccional destaca a quantidade de armas apreendidas em operação na região de Cajazeiras

Recomendado pelo Google: