header top bar

section content

Lei Mariana Thomaz, de autoria do deputado Júnior Araújo, é publicada no Diário Oficial da Paraíba

A Lei 12.297/22, de autoria do deputado Júnior Araújo (PSB), propõe também a elaboração de campanhas e ações com o objetivo de alertar e incentivar condutas de segurança entre as mulheres

Por Moisés Conrado

19/05/2022 às 11h28 • atualizado em 19/05/2022 às 12h18

Lei Mariana Thomaz, de autoria do deputado Júnior Araújo, é publicada no Diário Oficial da Paraíba. Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (19), foi publicada na edição Diário Oficial a Paraíba (DOE-PB), a instituição da lei Mariana Thomaz, que obriga as instituições estaduais de assistência e acompanhamento às mulheres a divulgar em seus espaços e sites de consulta sobre os antecedentes criminais de homens que têm registros de agressão contra mulheres.

A estudante de medicina Mariana Thomaz foi vítima de feminicídio ocorrido no dia 12 de março deste ano, no município de João Pessoa.

A Lei 12.297/22 tem o objetivo de alertar e incentivar condutas de segurança entre as mulheres, fazendo com que elas busquem conhecer o histórico de seus companheiros, namorados e demais relacionamentos, para que se protejam de qualquer tipo de violência.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Radialista alerta comunicadores sobre risco de multas por descumprimento das regras eleitorais

TOM APAZIGUADOR

VÍDEO: Em meio a ‘briga’ pela vice entre Republicanos e PP, João Azevêdo pede desprendimento dos aliados

RESPOSTA CURTA

VÍDEO: Bolsonaro fala pela 1ª vez sobre denúncias de assédio sexual envolvendo Pedro Guimarães na Caixa

INUSITADO

VÍDEO: Bandido de alta periculosidade é preso na PB e polícia encontra cerca de R$ 29 mil em geladeira

Recomendado pelo Google: