header top bar

section content

Promotor avalia reunião do Rede Ativa em Cajazeiras e avisa que vai fiscalizar município

O Ministério Público de Cajazeiras realizou nessa segunda-feira (13), a 5º reunião do projeto “Rede Ativa”

Por

14/10/2014 às 17h08

Promotor fala do Rede Ativa em CZ

O Ministério Público de Cajazeiras realizou nessa segunda-feira (13), a 5º reunião do projeto “Rede Ativa”, que contou com a presença de vários órgãos do município.

O “Rede Ativa” é um projeto idealizado pelo do Planejamento Estratégico do Ministério Público do Estado, e tem o objetivo de promover a articulação e fortalecimento da Rede de Proteção da Criança e do Adolescente, considerando a necessidade de implementação da política municipal de proteção aos direitos da criança e do adolescente e que é dever do Poder Público assegurar aos mesmos, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, saúde, alimentação, educação, esporte, lazer, profissionalização, cultura, dignidade, respeito e convivência familiar e comunitária.

Em Cajazeiras, o promotor Pedro Henrique explicou que está a frente do projeto, afirmando que é necessário melhorar a estrutura do acolhimento na cidade. “Conta com apenas dois cômodos e está superlotado”.

Pedro Henrique destacou que vai priorizar o acolhimento no município e revelou que vai visitar as instituições para conhecer como está funcionando.
Ele disse ainda que vai cobrar o funcionamento da Delegacia da Infância em Cajazeiras. “Fazer fazer essa cobrança aos responsáveis”.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

DESMITIFICANDO!

ASSISTA: Médico e ex-prefeito de Cajazeiras esclarece polêmicas que envolvem o tratamento ‘eletrochoque’

CRÍTICAS A IMÓVEL ALUGADO

VÍDEO: Interdição de escola gera embate entre professores e gerente de Educação na cidade de Cajazeiras

ACIDENTE DE MOTO

EXCLUSIVO: Do hospital, Paulo Feitoza revela que quase ficou paraplégico e diz que está vivo por milagre

NA TV

VÍDEO: Casal de idosos volta a fazer apelo para reformar casa que corre risco de desabar em Cajazeiras