header top bar

section content

Ministério Público da cidade de Sousa aciona justiça e pede interdição de tradicional clube de eventos. Veja!

De acordo com o pedido do promotor, nenhuma festa deve ser realizada no local, pois perturba o sossego da população que mora nas proximidades.

Por

24/11/2011 às 20h07

O Curador do Meio Ambiente da cidade de Sousa, o promotor Walfredo Teixeira, acionou a justiça esta semana, para solicitar a interdição do “Sousa Ideal Clube”, por excesso dos sons usados no local.

O promotor recebeu algumas denúncias de moradores que teriam afirmado não ter mais sossego com as “farras” que são realizadas com frequência, usando sempre sons estridentes.

Walfredo acionou a justiça e solicitou providências, no sentido de interditar o local, além de notificar a SUDEMA (Superintendência de Administração do Meio Ambiente ), para medir a intensidade dos sons usados no local.

A solicitação do promotor é para que não haja mais nenhuma festa no “Sousa Ideal Clube”. O processo foi distribuído nesta quinta-feira (24), na Comarca de Sousa.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo