header top bar

section content

Acusado de assassinar Júnior Batera será julgado pelo TJ da Paraíba

Junior Batera que era membro da Paróquia São João Bosco, foi assassinado brutalmente em seu estabelecimento comercial no dia 27 de agosto de 2008.

Por

20/01/2010 às 21h59

src=http://lh4.ggpht.com/flashcajazeiras/SLXnWNL6WsI/AAAAAAAABDY/xDrRUN3SpE4/s400/Junior03.JPGO Tribunal de Justiça da Paraíba adiou o julgamento para esta terça-feira, 26,  em sessão da Câmara Criminal, o recurso em sentido estrito do processo em que Luciano Lima é acusado de homicídio qualificado pela morte de Júnior Batera (foto).

Uma vez mantida a decisão do juíz Djacir Soares, o réu irá à júri popular, e este deverá ser julgado pelo Conselho de Sentença de Cajazeiras.

Entenda o caso
José Francisco de Oliveira Júnior (Junior Batera) que era membro da Paróquia São João Bosco, em Cajazeiras, foi assassinado brutalmente em seu estabelecimento comercial no dia 27 de agosto de 2008.

O homicídio que foi registrado no Bairro São Francisco, Zona Sul de Cajazeiras, foi praticado pelo acusado conhecido por Luciano das Carroças, que matou Junior Batera com dois tiros de revólver, o que causou uma enorme comoção em toda a cidade.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

PREFEITO DE MONTE HOREBE

VÍDEO: Marcos Eron admite querer a reeleição, nega distanciamento da vice e manda recado para oposição

FENÔMENO

VÍDEO: Menino cajazeirense impressiona com habilidade no teclado e por ter fabricado instrumento