header top bar

section content

Perdeu o prazo para sacar o FGTS? Saiba o que acontece

Governo abriu uma exceção para quem perdeu o prazo: presos e pessoas com doenças graves poderão sacar o FGTS até 31 de dezembro de 2018

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

01/08/2017 às 12h43

Movimentação nas agências da Caixa Econômica Federal em São Paulo (Foto: Ricardo Matsukawa/VEJA.com)

O prazo para sacar o saldo da conta inativa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terminou ontem. O pagamento começou em março para os nascidos em janeiro e prosseguiu até o último dia de julho.

Quem não conseguiu sacar não perde o dinheiro. Só não poderá sacá-lo a qualquer momento. Com o fim do prazo, voltam a valer as regras do FGTS que permitem o saque apenas nos casos previstos em lei, como aposentadoria, compra da casa própria ou doenças graves.

Também podem sacar o dinheiro quem fica com a conta inativa por mais de três anos e não tem uma conta nova recebendo depósitos.

Mas o governo abriu uma exceção para quem perdeu o prazo de saque. Presos e pessoas com doenças graves poderão retirar o dinheiro da conta inativa do FGTS até 31 de dezembro de 2018. Para isso, será necessário comprovar a impossibilidade de resgate do fundo dentro do calendário.

No caso de doenças, será preciso apresentar atestado médico justificando a impossibilidade de comparecimento à Caixa Econômica Federal.

Último balanço divulgado pela Caixa mostra que os 25,3 milhões de trabalhadores sacaram 42,8 bilhões de reais até 19 de julho.

Veja

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos

ANTIGO E NOVO

VÍDEO: Secretário e prefeito exibem projeto do novo Museu de Cajazeiras feito por arquiteta cajazeirense

COBRANÇAS INDEVIDAS

VÍDEO: Problemas com empréstimo consignado? Advogado dá orientações para que você não seja negativado