header top bar

section content

VÍDEO: Padre diz que decreto de Bolsonaro é prestação de contas às empresas de armas que o financiaram

Padre Francivaldo fez um comentário indignado a respeito do decreto assinado pelo presidente do Brasil que facilita o acesso dos cidadãos às armas de fogo

Por Jocivan Pinheiro

18/01/2019 às 14h04 • atualizado em 18/01/2019 às 14h06

Na coluna Direto ao Ponto, Padre Francivaldo fez um comentário indignado a respeito do decreto assinado pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), que facilita o acesso dos cidadãos comuns a armas de fogo.

Na avaliação do padre, o decreto foi uma ‘prestação de contas’ do presidente às empresas que fabricam armas e teriam ‘financiado’ sua campanha.

VEJA TAMBÉMBolsonaro assina decreto que facilita posse de armas

Padre Francivaldo lamenta profundamente o decreto e ressalta que o Brasil é o país que mais mata com armas de fogo no mundo, invertendo assim os ensinamentos da Bíblia em um país majoritariamente cristão. “Onde já se viu usar Deus para matar. Deus é amor, é vida em plenitude”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SONHO REALIZADO

VÍDEO/FOTOS: Prefeitura de Cajazeiras realiza sorteio de 300 apartamentos e evento é marcado pela emoção

MUITA ÁGUA!

A MAIOR DA HISTÓRIA: ruas e avenidas em Sousa viram rios após fortes chuvas durante a madrugada. Veja!

SERTÃO EM DESTAQUE

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, Paulo Maia toma posse para comandar OAB Paraíba até 2021

MODELOS DE SUCESSO

VÍDEO: Empresários do Pará interessados em implantar TV A CABO visitam Netline e TV Diário do Sertão