header top bar

section content

Bolsonaro recua e mantém Mandetta no cargo após reação de ministros e presidentes do Senado e da Câmara

O ministro da Saúde permanece no cargo após reunião com o presidente e ministros no Palácio do Planalto na tarde desta segunda-feira (06)

Por Jocivan Pinheiro

06/04/2020 às 21h54 • atualizado em 07/04/2020 às 20h16

Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta permanece no cargo após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e ministros no Palácio do Planalto na tarde desta segunda-feira (06).

De acordo com o Blog do Camarotti, Bolsonaro havia decidido demitir o ministro, mas voltou atrás depois da reação de ministros do governo, dos presidentes do Senado e da Câmara Federal.

VEJA TAMBÉM: Médico defende isolamento horizontal e explica como o novo coronavírus ataca o organismo

Na tarde desta segunda, o jornal O Globo havia informado em primeira mão que o presidente Jair Bolsonaro demitiria Mandetta e que o ato oficial de exoneração já estava sendo preparado.

Em meio à crise do novo coronavírus, a permanência de Mandetta no cargo se tornou insustentável após uma série de críticas do presidente à sua atuação no enfrentamento à Covid-19. No entanto, a mais recente pesquisa Datafolha aponta que, entre os brasileiros que declaram ter votado em Bolsonaro no segundo turno da última corrida presidencial, 82% classificam como ótimo ou bom o trabalho da pasta da Saúde.

PORTAL DIÁRIO

DIREITO

VÍDEO: Advogado explica se pais e mães podem ser proibidos de visitar os filhos durante a pandemia

AVANÇO DO VÍRUS

VÍDEO: Cajazeiras chega a 59 casos de Covid-19, e secretária de Saúde faz alerta para a Zona Sul

PRECATÓRIOS

VÍDEO: Vereadora culpa atual prefeito por acúmulo de dívidas trabalhistas na Prefeitura de Ipaumirim-CE

PREFEITURA RESPONDEU

VÍDEO: Vereadores denunciam que motorista de Cajazeiras teria salário duas vezes maior que dos colegas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!