header top bar

section content

Morte de manicure da região de Sousa vira destaque em imprensa nacional; Marido é o principal suspeito. Vídeo!

Sem aceitar a separação, depois de esfaquear a mulher, ele passou com o carro sobre o corpo da mulher e perdeu a direção do veículo, atropelando a irmã.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

27/04/2016 às 16h41 • atualizado em 28/04/2016 às 05h26

Se você tem informações sobre o homem da imagem, entre em contato com a polícia (Foto: Reprodução/Facebook)

A morte da manicure natural de Aparecida, região de Sousa foi destaque na mídia nacional. A reportagem passou nos jornais televisionais da Band e Record.

Veja também:

Ciúmes? marido esfaqueia, atropela e mata esposa em São Paulo; vítima e acusado são da região de Sousa

TERROR! Empresário se revolta ao ter loja assaltada pela quarta vez em Sousa; bandidos fugiram atirando para o alto. Vídeo exclusivo!

?Empresário que teve loja assaltada três vezes manda recado para governador: “A PB está abandonada”

Raimunda Elizabeth de Lima, de 40 anos foi morta a facadas pelo ex-marido José Leonardo Oliveira Mendes, 37 anos, com quem ficou casada por 15 anos e teve três filhos.

Sem aceitar a separação, depois de esfaquear a mulher, Jose Leonardo passou com o carro sobre o corpo da mulher e perdeu a direção do veículo, atropelando a própria irmã, e depois bateu em um prédio comercial.

O crime aconteceu na ultima segunda-feira (25) no estado de São Paulo. Tanto o acusado quanto  a vítima são naturais da cidade de Aparecida.

Confira a reportagem completa no programa Cidade Alerta, com Marcelo Rezende!

Veja também o vídeo exibido na Band

DIÁRIO DO SERTÃO

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”