header top bar

section content

Homem quase morre afogado no Sertão ao consertar sistema de bombeamento em açude de Coremas

O homem acabou prendendo um de seus dedos da mão, na bomba que puxa água do açude quando estava a mais de 2 metros de profundidade

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

22/07/2017 às 13h58 • atualizado em 22/07/2017 às 13h59

Açude Estevam Marinho em Coremas (Foto: Diário do Sertão / Zildo Vicente)

Um trabalhador que estava fazendo manutenção em um equipamento de bombeamento de água do açude de Coremas, por pouco não morre afogado durante o serviço.

O homem acabou prendendo um de seus dedos da mão, na bomba que puxa água do açude quando estava a mais de 2 metros de profundidade, e acabou se afogando. Desacordado, ele foi socorrido por outros trabalhadores que agiram rápido e conseguiram desprender o dedo dele do equipado e leva-lo para fora do açude.

Apesar do susto, os trabalhadores conseguiram reanimá-lo, e acionaram uma Unidade Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que o conduziu para o hospital da cidade.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

PROTESTO

VÍDEO: populares vão às ruas para protestar contra a reforma da Previdência na cidade de Patos

VEJA VÍDEO

Padre de Cajazeiras revela curiosidades sobre o santo casamenteiro: “Faz milagre a pessoa encalhada”

SAÚDE

Dieta milagrosa? Médico diz que a compulsão e afetividade pela comida são perigosas para o emagrecimento

VÍDEO

Mototaxista reclama de multa cobrada na Zona Azul da cidade de Cajazeiras; “Está errado”