header top bar

section content

Mulher pede ajuda para trazer esposo desempregado de São Paulo para Cajazeiras: “Foi tentar emprego”

Ela explicou que ficou morando com a mãe porque não tem como pagar o aluguel de uma residência, pois o casal está desempregado.

Por Luzia de Sousa

15/11/2017 às 20h24 • atualizado em 16/11/2017 às 09h48

Mulher pede ajuda para trazer esposo de volta

A dona de casa, Francisca da Silva, que atualmente está residindo com a mãe no Bairro Pio X, em Cajazeiras, Sertão da Paraíba está pedindo ajuda financeira para trazer seu esposo, Francisco de Souza Batista que está em São Paulo.

A mulher contou à redação do Diário do Sertão nesta quarta-feira (15), que seu Francisco trabalhava em uma empresa de limpeza pública em Cajazeiras, mas ficou desempregado e foi para o Sudeste do país tentar emprego por lá, porém, não conseguiu e não tem como pagar a passagem de volta.

Ela explicou que ficou morando com a mãe porque não tem como pagar o aluguel de uma residência, pois o casal está desempregado e ela está passando por problemas cardíacos.

Dona Francisca disse que teve que vender os móveis da casa onde morava para comprar a passagem para o esposo viajar na tentativa de conseguir trabalho.

“Não tenho nem casa pra morar, pois ele precisou vender as coisas pra ir tentar a vida em São Paulo, mas foi só sofrer sem arrumar nada”, relatou a cajazeirense.

Quem puder ajudar a família da cidade de Cajazeiras, ela disponibilizou os dados bancários de uma irmã, pois não tem conta em banco. O telefone de contato de Dona Francisca é o 83-9.9102-3698.

AGÊNCIA 0040
OPERAÇÃO: 013
CONTA POUPANÇA: 00055759-5
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
NOME: Maria José Feitoza Barros

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’

ANALISAR MELHOR FORMA

Presidente da OAB Nacional diz que irá discutir modelo legal para a questão do armamento no Brasil