header top bar

section content

Estudioso afirma que a maioria dos grandes açudes do semiárido devem armazenar pouca água em 2018

A situação que vem mantendo a tendência desde 2012, quando teve início a atual crise hídrica no semiárido.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

08/01/2018 às 14h41

Açude de São Gonçalo está com menos de 13% de sua capacidade total (Foto: Diário do Sertão)

Com a ocorrência uma La Niña fraca atualmente e com tendência de continuar fraca nos próximos meses, e de condições térmicas desfavoráveis do Oceano Atlântico Sul na altura da costa do Nordeste, a previsão do físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira, é de que a ” maioria dos grandes açudes que abastecem cidades do semiárido dos estados da Paraíba, e alguns estados vizinhos como o Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará e porção central do Piauí armazenem pouca água em 2018″.

A previsão do estudioso reflete a perspectiva de chuvas variando de normais a abaixo da média em 2018 nas citadas áreas.

O pesquisador pontua que tanto em anos que chove normal, quanto em anos que chove abaixo da média, a maioria dos grandes reservatórios do semiárido dos estados mencionados armazena pouca água, ou tem pouca recarga hídrica. Situação que vem mantendo a tendência desde 2012, quando teve início a atual crise hídrica no semiárido.

DIÁRIO DO SERTÃO

TOTALMENTE RENOVADO

VÍDEO: Com mais elegância e tecnologia, novo carro da Wolkswagen é lançado com festa em Cajazeiras

ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar