header top bar

section content

Em nota, Guanabara responde a denúncia de vereador e diz que respeita jornada de trabalho dos motoristas

Vereador disse que flagrou, na segunda-feira (08), a Guanabara utilizando apenas um motorista de João Pessoa a Cajazeiras; empresa não responde se é verdade

Por Jocivan Pinheiro

13/01/2018 às 10h10 • atualizado em 13/01/2018 às 10h13

Guanabara é a única empresa de ônibus que faz o trajeto João Pessoa/Cajazeiras e vice-versa

Em “nota de esclarecimento” enviada por e-mail à nossa redação, a empresa de ônibus Expresso Guanabara se manifestou com relação à denúncia do presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, Marcos Barros, de que a empresa não estaria cumprindo por completo uma ordem da Justiça do Trabalho que a obriga a utilizar dois motoristas dividindo a viagem de João Pessoa a Cajazeiras e vice-versa para dar mais segurança no longo percurso. Porém, na curta nota a empresa não responde se a denúncia do vereador procede.

Marcos Barros disse que flagrou, na segunda-feira (08), a Guanabara utilizando apenas um motorista de João Pessoa a Cajazeiras. O vereador conta que estava voltando da capital na quarta-feira (10), no horário de 22h, e percebeu que não houve troca de motorista na cidade de Patos, ou seja, o mesmo motorista conduziu o ônibus até Cajazeiras.

VEJA: Vereador denuncia Guanabara por utilizar apenas um motorista de João Pessoa a Cajazeiras

Em resposta, a Guanabara diz que preza pela segurança nas viagens, que está cumprindo a lei e respeita a jornada de trabalho dos motoristas.

“A Guanabara preza, acima de tudo, pela segurança das viagens e de seus clientes e, por isso, cumpre rigorosamente a legislação em vigor, respeitando a jornada de trabalho de seus motoristas e obedecendo ao período de descanso exigido por lei”, diz o texto.

A ordem do escritório federal do Ministério do Trabalho na cidade de Sousa para que a empresa utilize dois motoristas na viagem Cajazeiras/João Pessoa e vice versa foi estabelecida após o trágico acidente de 2012, quando um ônibus da Guanabara colidiu com uma carreta na BR 230, em Sousa, matando sete pessoas. O motorista do ônibus estava fazendo sua segunda viagem nesse trajeto, num intervalo de poucas horas, e provavelmente cochilou no volante.

DIÁRIO DO SERTÃO

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo

AGRADECIMENTOS

VÍDEO: Em show após morte do pai, cantor cajazeirense emociona ao contar trajetória e apoio da família

SE POSICIONANDO

Líder católico de Cajazeiras grava vídeo fazendo apelo para não votarem em Bolsonaro “pelo amor de Deus”