header top bar

section content

Prefeitura de Cajazeiras fica e 1º lugar no ranking de eficiência em gastos com combustíveis, aponta TCE

Dados contidos na ferramenta "Sagres Combustível", do Tribunal de Contas do Estado, observam despesas x necessidade, mudança histórica e taxa de variação anual

Por Jocivan Pinheiro

03/02/2018 às 10h38 • atualizado em 03/02/2018 às 10h54

Gráfico do Sagres Combustível, do TCE

Entre os 223 municípios da Paraíba, a Prefeitura de Cajazeiras alcançou em 2017 o 1º lugar no ranking de eficiência dos gastos com combustíveis. Os dados contidos na ferramenta “Sagres Combustível”, disponibilizados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), observam despesas x necessidade, mudança histórica e taxa de variação anual.

Ao final dos doze meses de 2017, Cajazeiras conseguiu a nota máxima 1,00. Os gastos com combustíveis totalizaram a quantia de R$ 1,23 milhão, o que representa uma economia de R$ 350.000,00 (trezentos e cinquenta mil reais), já que em 2016 foi gasto R$ 1,59 milhão. Além de Cajazeiras, mais 14 municípios atingiram nota máxima.

VEJA TAMBÉM: Secretaria de Cajazeiras paga incentivo adicional aos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias

Nos últimos dados divulgados pelo TCE, a avaliação havia sido feita com gastos até o mês de setembro, e Cajazeiras já havia atingido de forma parcial o índice máximo.

Para o prefeito José Aldemir, isso demonstra a forma zelosa como sua gestão tem tratado o dinheiro público, sempre buscando a transparência na condução da administração municipal.

DIÁRIO DO SERTÃO com Secom-CZ

Recomendado para você pelo google

DESMITIFICANDO!

ASSISTA: Médico e ex-prefeito de Cajazeiras esclarece polêmicas que envolvem o tratamento ‘eletrochoque’

CRÍTICAS A IMÓVEL ALUGADO

VÍDEO: Interdição de escola gera embate entre professores e gerente de Educação na cidade de Cajazeiras

ACIDENTE DE MOTO

EXCLUSIVO: Do hospital, Paulo Feitoza revela que quase ficou paraplégico e diz que está vivo por milagre

NA TV

VÍDEO: Casal de idosos volta a fazer apelo para reformar casa que corre risco de desabar em Cajazeiras