header top bar

section content

No STF, advogado sousense suspende condenação de empreiteiro da cidade de Cajazeiras

A condenação foi por desvio de verbas para a construção de casas populares, através da Funasa.

Por Luzia de Sousa

17/05/2018 às 17h50

Advogado sousense, Hugo Abrantes Fernandes

O advogado sousense, Hugo Abrantes Fernandes conseguiu suspender o cumprimento da pena imposta ao empreiteiro cajazeirense, Joatan Freire de Santana, através de Habeas Corpus junto ao Supremo Tribunal Federal. O sousense tem escritório em Brasília, sendo o Habeas Corpus concedido pelo Ministro Ricardo Lewandowki.

Joatan foi condenado em primeira instância na 8ª Vara Federal de Sousa, sendo confirmada a condenação pelo Tribunal de Justiça da 5ª Região a uma pena de 5 anos de reclusão por desvio de R$ 80 mil, em conluio com o ex-prefeito da cidade de Nazarezinho, Gilson Luiz.

Durante este período a defesa do acusado foi feita por outro advogado. Dr. Hugo entrou na questão quando o cajazeirense já estava cumprindo pena. Ele entrou com um Habeas Corpus no STJ, mas foi negado, somente depois o advogado entrou com outro Habeas Corpus no supremo, onde foi concedido. A condenação foi por desvio de verbas para a construção de casas populares, através da Funasa.

DIÁRIO DO SERTÃO

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista comenta por que Rodrigo Maia se tornou o ‘queridinho’ de Bolsonaro e de deputados da PB