header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

LOBISOMEM? Pegadas deixadas em açude do município de Cajazeiras intriga e assusta moradores. VÍDEO

A bióloga Maria das Dores Abreu falou sobre assunto e emitiu sua opinião sobre as marcas deixadas no manancial da Terra do Padre Rolim.

Por Luzia de Sousa

15/06/2018 às 09h50

As pegadas de um animal deixadas na lama de um açude de pequeno porte na propriedade do agricultor Jucelino Abreu do Sítio Almas, Zona Rural de Cajazeiras, Sertão da Paraíba vem causando curiosidade e temor na população da comunidade.

Um vídeo foi gravado através de celular nas primeiras horas da manhã, pouco tempo depois que o suposto animal havia deixado o local, pois os rastros ainda não haviam secado.

Cogitou-se na comunidade que as marcas deixadas no açude seriam de lobisomem, que estaria com sede e teria se deslocado até o manancial para tomar água. “Dizem que é pegada de lobisomem”, contou uma moradora.

As marcas do animal foram deixadas na semana passada e desde então a notícia tem se espalhado pela comunidade. Segundo a lenda, o lobisomem se manifesta em noite de “Lua Cheia”, mas de acordo com o calendário deste mês, a cheia da lua ocorrerá na próxima quinta-feira (28)

Calendário do mês de junho de 2018 (Foto da internet)

Lobisomem
Segundo o site Wikipédia, lobisomem é um ser lendário, com origem na mitologia grega, segundo as quais, um homem pode se transformar em lobo ou em algo semelhante a um lobo em noites de lua cheia, só voltando à forma humana ao amanhecer.

Opinião profissional
Em contato com a reportagem do Diário do Sertão nesta quinta-feira (14), a bióloga Maria das Dores Abreu (Branquinha Abreu), descartou a existência de lobisomem e disse se tratar de mito, mas explicou que as pegada deixadas no local podem ser de jacaré, pelo fato de ter chovido muito região, além da existência de um rio na comunidade.

+ Forte chuva em Cajazeiras provoca destruição e mortes em comunidade rural. VÍDEO!

Chuva
Em janeiro de 2016, o Sítio Almas teve o maior registro de chuvas em um único dia do estado. O pluviômetro que o agricultor Janduy de Abreu instalou na sua casa marcou 240 mm³. Este ano também chovem bem na região. No Sítio Almas moram aproximadamente 900 pessoas.

Assista a reportagem feita na época da grande chuva!

DIÁRIO DO SERTÃO

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir