header top bar

section content

VÍDEO – Ricardo garante que empresa ‘reserva’ vai assumir reforma do Colégio Estadual em Cajazeiras

De acordo com o governador, quebra de contrato com a primeira empresa aconteceu porque ela não estava no ritmo de obras que havia se comprometido

Por Jocivan Pinheiro

02/07/2018 às 18h48 • atualizado em 02/07/2018 às 18h55

A reforma do Colégio Estadual Crispim Coelho, em Cajazeiras, está parada porque o Governo do Estado cancelou o contrato com a empresa que estava executando a obra.

De acordo com o governador Ricardo Coutinho, a quebra de contrato aconteceu porque a empresa não estava executando os serviços no ritmo que havia se comprometido.

A medida que o Governo do Estado vai tomar para continuar a reforma é contratar a empresa que ficou em segundo lugar na licitação e aproveitar os mesmos trabalhadores.

“Eu só trabalho com empresa que queira trabalhar. Se a empresa não tem ritmo, tem que sair. O segundo lugar vai assumir e eu conversei com a empresa para aproveitar os trabalhadores desta outra”, explicou o governador.

VEJA TAMBÉMRicardo explica por que reforma do Colégio Estadual parou e promete concluir obra

Governador Ricardo Coutinho

Salários atrasados?

Indagado sobre salários que os trabalhadores teriam a receber, Ricardo disse que essa responsabilidade é da empresa e garantiu que o Estado está em dia com a mesma. “A empresa está absolutamente em dia. Eu tenho os comprovantes aqui comigo no meu celular”.

DIÁRIO DO SERTÃO

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras