header top bar

section content

VÍDEO: Coordenador diz que é impossível não ter famílias irregulares no Bolsa Família de Cajazeiras

Fábio Borges explica que algumas famílias não estão mais no perfil exigido pelo programa, porém não procuram a coordenação para solicitar desligamento

Por Jocivan Pinheiro

28/12/2018 às 14h00 • atualizado em 28/12/2018 às 14h02

O coordenador do programa Bolsa Família em Cajazeiras, Fábio Borges, admitiu ser “humanamente impossível” zerar o número de famílias que recebem o benefício irregularmente. Isso porque, segundo ele, não dá para fiscalizar as 8.300 famílias contempladas.

“Não adianta estar aqui com hipocrisia e dizer que não existe. É humanamente impossível nós visitarmos 8.300 famílias”, disse.

VEJA TAMBÉM: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador

Fábio Borges explica que existem famílias irregulares porque, na maioria dos casos, elas não estão mais dentro do perfil social exigido pelo programa, porém não procuram a coordenação de forma voluntária para solicitar o desligamento.

Ele avisa que esses beneficiários irregulares podem responder criminalmente. Entre as penalidades previstas por lei estão a proibição de ter acesso a programas sociais do governo, devolução do dinheiro recebido e até prisão.

“Se existir algum tipo de fraude no programa, não é com minha conivência, não é com a conivência de ninguém da minha equipe. Eu tenho convicção disso porque a gente faz um trabalho sério, a gente busca dá direito a quem tem direito”, ressalta o coordenador.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Efraim Filho revela motivos que poderão levar deputado ligado a Sousa sair do DEM; “Terá que sair”

MORTO A TIROS

VÍDEO: Delegado revela detalhes do crime que resultou na morte de jovem no Sertão da Paraíba

VISITA DO PRESIDENTE

VÍDEO: Prefeito de Campina Grande solicita a Bolsonaro duplicação da BR-230 de Campina ao sertão da PB

DESTAQUE NACIONAL

VÍDEO: Juizado Especial Misto de Cajazeiras atinge um dos melhores índices de atendimento do Brasil