header top bar

section content

VÍDEO: Casamentos diminuem em Cajazeiras e pastor afirma que estão se separando por “coisas pequenas”

De acordo com um levantamento realizado pelo Diário do Sertão junto ao cartório da cidade, em 2018 aconteceram 125 casamentos no município e 110 separações

Por Jocivan Pinheiro

07/01/2019 às 14h01 • atualizado em 07/01/2019 às 14h05

De acordo com um levantamento realizado pelo Diário do Sertão junto ao Cartório de Registro Civil de Cajazeiras, no ano de 2018 aconteceram 125 casamentos no município. Já o número de divórcios chama atenção. Ocorreram 110 separações. A pesquisa mostra que de 2014 para cá, o número de casamentos registrados diminuiu e os divórcios aumentaram.

O matrimônio é visto pela maioria das sociedades como uma espécie de contrato social. No entanto, geralmente ele se estabelece também mediante o reconhecimento de uma autoridade religiosa. Por isso a TV Diário do Sertão conversou com o pastor Ismar Magalhães, da Igreja Fonte de Água da Vida, para saber como os evangélicos estão encarando essa nova era em que as pessoas estão casando menos e a estrutura tradicional da família mudando.

Para o pastor Ismar Magalhães, o compromisso conjugal determinado pela Bíblia está sendo quebrado por “coisas tão pequenas”, e para evitar o divórcio é preciso estar sempre renovando a relação como quando se lava uma roupa suja.

“Em nenhum momento a Bíblia sagrada é a favor do divórcio, mas hoje as pessoas têm se divorciado por coisas tão pequenas. Um certo autor disse que casamento é como uma roupa: você não veste só uma vez, você lava e veste novamente. Dentro de um casamento existe muitos problemas que o casal enfrenta. O que precisa ser feito é responder dentro da legalidade, se organizar, lavar a roupa suja e volta à convivência novamente”.

VEJA TAMBÉM

+ Em apenas quatro anos, número de casamentos cai significativamente na cidade de Cajazeiras

Pastor Ismar Magalhães realiza encontro de casais na Igreja Fonte de Água da Vida

Estrutura familiar

Pastor Ismar defende a manutenção da estrutura familiar tradicional para fortalecer o casamento: “Falando em relação à Palavra, quando não há perdão, quando não há uma base para que as pessoas vivam um relacionamento conjugal, tão somente haverá um precoce divórcio porque nossa base de família foi muito alterada. Já não se vive mais o padrão deixado por Deus: pai, mãe e filhos. E quando a base não está firme, tudo que se constrói em cima vai ter problemas”.

Diálogo e conhecimento da Bíblia

A Igreja Fonte de Água da Vida realiza encontros de casais com o objetivo de fortalecer os vínculos matrimoniais e manter a família unida através do contato com Deus e o diálogo entre marido, esposa e filhos. Para o pastor Ismar, o conhecimento da Bíblia e o diálogo são fundamentais para evitar a separação. Ele afirma que sem conhecer a Palavra de Deus, as pessoas estão mais propensas a cometer erros como a infidelidade, os vícios, a promiscuidade etc.

“A Bíblia mostra de forma muito clara que a partir do momento que se casa, você vive para sua família e não tem mais a mesma liberdade de uma pessoa solteira. Então, a maior dificuldade que nós vemos hoje é a fata do conhecimento, a preparação do jovem para o casamento, que tem sido cada vez menor, tanto na preparação como na idade”.

DIÁRIO DO SERTÃO

DÍVIDAS ALTAS

EXCLUSIVO: Juiz se pronuncia sobre processo trabalhista que pode tirar Atlético do Campeonato Paraibano

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras