header top bar

section content

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas

Sindicalista afirma que os agentes se apresentam fortemente armados quando vão até as propriedades autuar os agricultores com multas que ultrapassam R$ 20 mil

Por Jocivan Pinheiro

21/01/2019 às 14h33 • atualizado em 21/01/2019 às 14h34

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cajazeiras, Rildo Soares, está preocupado com os casos de agricultores que foram multados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e em pleno inverno estão impedidos de plantar nas propriedades rurais.

De acordo com o sindicalista, o IBAMA comete arbitrariedades e excessos, pois os agentes estariam se apresentando fortemente armados quando vão até as propriedades autuar os agricultores com multas que ultrapassam R$ 20 mil.

“A nossa preocupação é ver o trabalhador que tem sua pequena propriedade ou que trabalha em terras de terceiros não poder plantar num começo de inverno desses porque quando chega no proprietário, ele diz ‘eu não vou dar a roça porque estou com medo de uma multa do IBAMA’. É o IBAMA e a SUDEMA [Superintendência de Administração do Meio Ambiente], porque os dois trabalham juntos, tudo para fazer o mal àquele pequeno, ao mais pobre”, declarou Rildo Soares.

VEJA TAMBÉMMacaco resgatado em Cajazeiras é entregue ao IBAMA da cidade de Patos; animal está bastante debilitado

Rildo Soares, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cajazeiras

Multa alta em Cajazeiras

O agricultor Antônio Ferreira está prestes a completar 70 anos de idade e dedicou sua vida à agricultura. Emocionado, ele conta detalhes de como teve a propriedade rural embargada pelo IBAMA em outubro de 2017.

Segundo seu Antônio, a multa imposta pelo IBAMA foi de R$ 20 mil. Sem trabalhar na sua propriedade que fica no sítio Catolé, na zona rural de Cajazeiras, ele não pode pagar essa dívida.

“Eu acho que lá está praticamente perdido porque eu não tenho como pagar. Todo mundo estava animado para plantar algodão esse ano, mas o terreno está embargado. A gente apela para as autoridades porque não sou só eu que estou eu, tem muitos”.

O agricultor Antônio Ferreira teve a propriedade embargada em Cajazeiras

Resposta

Por telefone, a TV Diário do Sertão conversou com uma funcionária da Superintendência do IBAMA na Paraíba. Ela disse que não tem como passar detalhes sobre o processo e que somente seu Antônio ou o advogado dele podem fazer isso.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Professora cajazeirense que milita em Sousa fala de desafios, manda recado e chora ao relembrar do filho

FOI ABANDONADA

VÍDEO: Mototaxista recupera moto que foi roubada em Cajazeiras e dá detalhes de como o crime aconteceu

AÇÃO NA JUSTIÇA

VÍDEO: Prefeita de Joca Claudino diz que está trabalhando para resolver situação de salários atrasados

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Professora de Patos relata prazeres e desafios da profissão: “Sou professora com muito orgulho´”