header top bar

section content

VÍDEO: Vereador de Cajazeiras denuncia novamente a Guanabara por sobrecarga de trabalho dos motoristas

Em 2012, um ônibus da Guanabara colidiu com uma carreta na BR-230, em Sousa, matando sete pessoas. Cansado, o motorista teria cochilado ao volante

Por Jocivan Pinheiro

25/01/2019 às 15h01

O vereador de Cajazeiras, Marcos Barros (PSB), vai acionar novamente o Ministério do Trabalho contra a empresa de ônibus Expresso Guanabara. Segundo o parlamentar, a empresa estaria utilizando somente um motorista na viagem Cajazeiras/João Pessoa, que dura cerca de 8 horas.

Marcos Barros afirma ter recebido uma denúncia de que nos ônibus que saem de Cajazeiras às 22h e 22:10h não está havendo trocas de motoristas na cidade de Patos, que fica a 170 km. Além disso, o motorista que sai de Cajazeiras às 20h e chega em Patos às 23:30h retorna às 2h da manhã para Cajazeiras.

“É muito grave essa denúncia que estou fazendo e mais uma vez vou provocar o Ministério do Trabalho. Inclusive estou recebendo denúncias dos próprios funcionários da Guanabara que não estão aguentando essa carga-horária. Quando a gente denuncia, a Guanabara sempre resolve e depois volta achando que nós vamos esquecer”, disse o vereador.

REVEJAVereador denuncia Guanabara por utilizar apenas um motorista de João Pessoa a Cajazeiras

Vereador Marcos Barros

Em 2012, um ônibus da Guanabara colidiu com uma carreta na BR-230, em Sousa, matando sete pessoas. Temendo outras tragédias, Marcos Barros quer que a empresa solucione esse problema.

“Todos nós estamos sujeitos a um acidente. Eu mesmo viajo praticamente toda semana a João Pessoa e nós não temos outra empresa a não ser a Guanabara. O problema é que a empresa só visa lucro e quer agora sacrificar os motoristas e, consequentemente, os passageiros”.

Resposta da empresa

Em nota enviada pela assessoria de imprensa, a Guanabara garantiu que respeita a jornada de trabalho de seus motoristas e obedece ao período de descanso como determina a lei.

“A Guanabara preza, acima de tudo, pela segurança das viagens e de seus clientes e, por isso, cumpre rigorosamente a legislação em vigor, respeitando a jornada de trabalho de seus motoristas e obedecendo ao período de descanso exigido por lei”, diz a nota.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VIOLÊNCIA SEM PARAR

VÍDEO: Jovem é morto com vários tiros e mulher fica ferida após ser vítima de bala perdida em Cajazeiras

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime

VÍDEO

Padre convoca população para manifesto pelo Parque de Exposições na visita do governador a Cajazeiras

VÍDEO

Jornalista ‘aposta’ em união de João Azevêdo e Cartaxo para derrotar Ricardo Coutinho em JP