header top bar

section content

VÍDEO: Sem segurança nem saúde, catadores de materiais recicláveis enfrentam dura realidade em Patos

Cerca de 80 pessoas trabalham diariamente no lixão de Patos colhendo materiais como plástico, papelão, vidro, alumínio, entre outros

Por Jocivan Pinheiro

29/05/2019 às 15h30

A TV Diário do Sertão foi até o lixão da cidade de Patos para conferir de perto a real situação em que vivem os catadores de materiais recicláveis.

Cerca de 80 pessoas trabalham diariamente no lixão de Patos colhendo materiais como plástico, papelão, vidro, alumínio, entre outros.

A atividade gera uma renda de 300 a 400 reais por mês para famílias muito pobres. Mas é claro que a rotina dos catadores é bem difícil. Além de dividir o espaço com urubus, o mau-cheiro é insuportável.

“Eu estou aqui porque preciso, mas não posso porque sou doente. Tanto faz eu estar aqui conversando com o senhor agora, como de repente eu ser socorrida”, disse a catadora Joana Maria da Silva, que tem diabetes e alta taxa de colesterol, mas já trabalha há dez anos no local.

VEJA TAMBÉM: Ambientalista critica prefeito de Pombal por não resolver problema do lixão na entrada da cidade

A catadora Joana Maria da Silva já trabalha há dez anos no lixão de Patos

Como se não bastasse os problemas ocasionados pela falta de segurança higiênica, o trator que auxilia os catadores na hora de empurrar o lixo e delimitar espaço está sem funcionar há mais de duas semanas.

“A importância do trator é muito grande porque ele estando fazendo a limpeza, evita muitos tipos de bactérias, evita do povo pegar uma contaminação, porque quando o lixo está assim espalhado é muita doença para a cidade”, explica a catadora Maria das Graças.

Cerca de 80 pessoas trabalham diariamente no lixão de Patos

O secretário de Meio Ambiente de Patos, Silvio Moreira, explicou que o problema mecânico do trator foi a quebra da hélice e do radiador, e garantiu que ele está sendo solucionado.

“Há dias a gente vem adquirindo materiais para peças, para fazer uma manutenção mais precisa”.

Catadores improvisam barracas no lixão

O vereador Edvar Sátiro Dantas Araújo (Cambirota – PSDB) apresentou na Câmara Municipal de Patos um projeto de lei que visa prestar assistência básica aos catadores.

“Fica aqui o meu apelo para toda a população, para os empresários, para o nosso poder público municipal, que deem uma atenção diferenciada a esses catadores de reciclagem do nosso município”, pediu o parlamentar.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

REVOLTA

‘Só quem odeia Lula o quer preso, como se ele fosse um bandido de alta periculosidade’, diz jornalista

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio

VÍDEO!

Padre cajazeirense responde a cantor gospel que atacou Nossa Senhora: “Nossos pêsames a esse cantor”

SAIBA

É OU NÃO É FERIADO? Em entrevista, prefeito de Cajazeiras decide sobre o Dia de São Pedro