header top bar

section content

Nas redes sociais, amigos e familiares prestam homenagens a sertaneja morta vítima da gripe H1N1

A marizopolense era filha do servidor da EMPAER José Marques Furtado. Era casada com um sousense, tinha 2 filhos e há vários anos morava em Petrolina.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

06/06/2019 às 14h55

A marizopolense tinha 38 anos e estava internada a 14 dias (Foto: Arquivo Pessoal)

Amigos e familiares da servidora pública, Nadjilla Furtado, prestaram várias homenagens a jovem através de mensagens nas redes sociais.

Nadjilla que era natural da cidade de Marizópolis, na região de Sousa, no Sertão do estado, tinha 38 anos de idade e acabou falecendo na madrugada desta quinta-feira (06) em Petrolina, interior do Pernambuco, vítima da gripe H1N1.

+ Da região de Sousa: filha de servidor da EMPAER e irmã de advogado morre vítima de H1N1 em Pernambuco

Nas redes sociais da jovem, os amigos lamentaram a morte dela e a descreveram como uma pessoa iluminada: “Seu brilho vai continuar comigo para sempre. Você era uma pessoa de luz, iluminava todos que estavam ao seu redor. Agora virou um anjo lindo que vai brilhar aí no céu! Vai com Deus minha amiga Nadjilla Furtado”, disse uma das mensagens.

Homenagens a sertaneja em suas redes sociais (Foto: Reprodução)

A marizopolense era filha do servidor da EMPAER José Marques Furtado. Era casada com um sousense, tinha 2 filhos e há vários anos morava em Petrolina.

O corpo da jovem será transladado para Marizópolis para ser velado e sepultado.

Homenagens a sertaneja em suas redes sociais (Foto: Reprodução)

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: ortodontista sousense revela se é possível rejeição em casos de implantes dentários