header top bar

section content

Justiça inocenta ex-prefeito de Cajazeiras e empresários por suposta fraude em licitação

A denúncia tratava de suposta fraude para realização das obras de urbanização da Praça Coração de Jesus.

Por Luzia de Sousa

12/07/2019 às 15h46 • atualizado em 12/07/2019 às 16h58

Justiça inocenta ex-prefeito de Cajazeiras

Alegando ser inocente, o ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael (MDB) recorreu de ação ajuizada pelo Ministério Público Federal e foi absolvido. A ação penal proposta pelo MPF foi movida contra Carlos Rafael Medeiros de Souza, Afrânio Gondin Júnior, Manoel Cirilo Sobrinho, Enólla Kay Cirilo Dantas, Márcio Braga de Oliveira, José Cirilo Sobrinho, Luciana Sena de Souza Oliveira, Solange Pereira da Costa e Francisco Wanderley Figueiredo de Sousa.

VEJA MAIS: MPF denuncia ex-prefeito de Cajazeiras e empresários por suposta fraude em licitação

A denúncia tratava de suposta fraude no Convênio com o Ministério do Turismo para realização das obras de urbanização da Praça Coração de Jesus, no valor total de R$ 195.114,39, tendo instaurado, para isso, a licitação Tomada de Preços no ano de 2011. A licitação teria sido fraudada, com o auxílio dos membros da Comissão.

Na decisão, a Justiça absolveu Enólla Kay Cirilo Dantas e Manoel Cirilo Sobrinho pela prática dos delitos tipificados no art. 12, caput, da Lei nº 12.850/2013; absolveu Carlos Rafael Medeiros de Sousa, Luciana Sena de Souza Oliveira, Solange Pereira da Costa e Francisco Wanderley Figueiredo de Sousa pela prática do delito tipificado no art. 90 da Lei nº 8.666/93.

A Justiça ainda condenou Afrânio Gondim Júnior, Manoel Cirilo Sobrinho e Enólla Kay Cirilo Dantas pela prática do delito tipificado no art. 90 da Lei nº 8.666/93.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Corpo jovem desaparecida é encontrado em avançado estado de decomposição; amiga fala da relação com o ex

AO VIVO

ESPECIAL: Sessão da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba em Cajazeiras – 156 anos

VÍDEO

Em entrevista no Sertão, presidente da Assembleia revela distanciamento entre Ricardo e João Azevêdo

VÍDEO

Testemunha dá detalhes de assalto que deixou funcionário de concessionária de Cajazeiras baleado