header top bar

section content

Comarca de Patos vai realizar mais de 80 audiências durante a Semana Justiça pela Paz em Casa

Isso representa um acréscimo de 30% em relação ao número de sessões que são promovidas sobre a mesma matéria em uma semana.

Por Luzia de Sousa

20/08/2019 às 14h06

Fórum Miguel Sátyro (Foto: O Blog Patoense)

A partir dessa segunda-feira (19), as audiências envolvendo casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, dentro do esforço concentrado da Semana Justiça pela Paz em Casa, estão acontecendo em 44 unidades judiciárias de todo o Estado. Só na Comarca de Patos, até a próxima sexta-feira (23), serão realizadas mais de 80 audiências. Isso representa um acréscimo de 30% em relação ao número de sessões que são promovidas sobre a mesma matéria em uma semana.

Segundo o juiz titular da 2ª Vara Mista de Patos, Ramonilson Alves Gomes, os casos que aportam nas audiências compreendem desde situações de violência moral e psicológica, até mesmo patrimonial e física. “Muitas vezes, também nos deparamos com violência sexual. Nossa ideia é sempre cumprir os comandos da Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), que reflete numa legislação de igualdade de respeito”, comentou o magistrado.

Ramonilson Alves disse, ainda, que boa parte dos processos pautados para Semana Justiça pela Paz em Casa vem acompanhada de pedidos de medias protetivas. “Quase sempre essas requisições são deferidas e funcionam muito bem. Em Patos, temos cerca de dois mil processos sobre o tema, com uma distribuição mensal de cem novos casos”, informou o juiz.

Durante o lançamento da 14ª edição da Semana Justiça pela Paz em Casa, a coordenadora da Mulher em Situação de Violência do Tribunal de Justiça da Paraíba, juíza Graziela Queiroga, adiantou que mais de 750 audiências de processos estão agendadas em todo o Estado. Na Comarca de João Pessoa, a previsão é que aconteçam 201 julgamentos. Na Capital, os trabalhos acontecem no Fórum Regional de Mangabeira.

Confira as comarcas onde acontece a Semana Justiça pela Paz em Casa:
João Pessoa, Campina Grande, Água Branca, Alagoa Nova, Araçagi, Arara, Araruna, Aroeiras, Bayeux, Brejo do Cruz, Cabedelo, Cajazeiras, Conceição, Conde, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Guarabira, Ingá, Lucena, Malta, Mari, Monteiro (em duas unidades), Patos, Paulista, Pedras de Fogo, Piancó, Pilar, Pirpirituba, Pombal, Prata, Queimadas, Remígio, Rio Tinto, Santa Rita, São, Bento, São João do Cariri, São José de Piranhas, Sapé, Serraria, Solânea, Sousa, Teixeira e Uiraúna.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

SESSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Em Cajazeiras, coordenador de Diversidade Religiosa na PB fala sobre diálogo e busca por respeito

ASSASSSINATO

VÍDEO! Delegado fala sobre o crime de homicídio que vitimou professor de karatê em Sousa

SEM POLÍTICAS PÚBLICAS

VÍDEO – Líder lamenta ‘desprezo’ dos governos e ‘extinção’ da cultura dos ciganos na cidade de Sousa

VÍDEO

SERTÃO: Empresário sugere vaquinha para “salvar” feira de negócios após prefeitura negar apoio