header top bar

section content

Tecendo Redes capacita 100 profissionais sobre violência contra mulheres no Sertão

o total, mais de 500 profissionais já passaram pela capacitação de humanização no atendimento às mulheres.

Por Luzia de Sousa

17/10/2019 às 16h57

Tecendo Redes capacita 100 profissionais sobre violência contra mulheres no Sertão

O Projeto Tecendo Redes, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, capacitou mais de 100 profissionais da segurança pública e da área de violência doméstica, nesta quinta-feira (17), em Sousa e Catolé do Rocha. Neste mês, as capacitações já ocorreram em Patos envolvendo mais de 20 municípios da região.

No total, mais de 500 profissionais já passaram pela capacitação de humanização no atendimento às mulheres. A atividade de capacitação é realizada em parceria com a Secretaria de Segurança e Defesa Social, por meio da Coordenação de Delegacias Especializadas de Mulheres (CoorDeam).

Profissionais das guarnições que atendem 25 municípios e das delegacias Seccionais da Polícia Civil e dos Comandos Regionais da Polícia Militar de Catolé do Rocha e Sousa estiveram presentes, além do Comando de Bombeiros, Gerência Regional Saúde, Creas Municipal Sousa, Secretaria de Saúde de Pombal, Hospital Regional de Sousa, Secretaria de Saúde de Vieirópolis, Coordenadoria de Políticas para as Mulheres de São Bento, Delegacia da Mulher de Sousa.

“Estamos preparando os profissionais para lidar com os casos de violência doméstica de maneira humanizada e com agilidade para evitarmos mortes e garantir agilidade no atendimento. É uma capacitação continuada que requer um trabalho em rede e com apoio de todos os parceiros”, afirma a gerente executiva de Equidade de Gênero da Semdh, Elinaide Carvalho.

Tecendo Redes capacita 100 profissionais sobre violência contra mulheres no Sertão

A coordenadora das Delegacias Especializadas de Mulheres, a delegada Maísa Félix, disse que a etapa de capacitação no Sertão atinge todos os municípios da região com foco na Lei Maria da Penha e o atendimento humanizado para mulheres vítimas de violência sexual e doméstica. “É um trabalho que é permanente, pois requer atenção do profissional e sensibilidade para ouvir as mulheres”, disse a delegada.

As cidades atendidas nesta quinta-feira: Aparecida, Cajazeirinhas, Lastro Marizópolis, Nazarezinho, Santa Cruz, São Bentinho, São Domingos de Pombal, São Francisco, São José de Lagoa Tapada, Vieirópolis, Belém do Brejo do Cruz, Bom Sucesso, Brejo do Cruz, Brejo dos Santos, Jericó, Lagoa, Mato Grosso, Paulista, Riacho dos Cavalos, São Bento, São José do Brejo do Cruz, Pombal e Catolé do Rocha.

.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões