header top bar

section content

Atendendo mais de 300 pontos, pipeiros paralisam entrega de água por falta de pagamento em Cajazeiras

“Se isso se confirmar será declarada calamidade pública”, afirmou a secretaria, adiantando que não tem como atender a população.

Por Luzia de Sousa

05/11/2019 às 08h13 • atualizado em 05/11/2019 às 08h53

Os motorista de carros-pipa da cidade de Cajazeiras anunciaram paralisação das atividades alegando três meses de salários atrasados.

À TV Diário do Sertão, a secretária do Meio Ambiente da prefeitura, Brankinha Abreu disse nessa segunda-feira (04), que o município tem tentado contato com a coordenação do Exército, responsável pela operação, mas sem sucesso.

Brankinha se mostro preocupada, pois muitas escolas e famílias de Cajazeiras ficarão prejudicadas com a paralisação.

Ela explicou que os pipeiros ligados ao Exército atendem 306 pontos somente em Cajazeiras, além de transportes da prefeitura que atendem famílias que não são atendidas pelo Exército.

Motoristas alegam falta de pagamento por três meses

“Se isso se confirmar será declarada calamidade pública”, afirmou a secretaria, adiantando que não tem como atender a população.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

"SÓ PODE LULA?"

VÍDEO: Bolsonaristas defendem 2ª instância, mas não querem amigos presos pela Andaime, diz colunista

PERIGO

VÍDEO: Preocupado com incêndios em Cajazeiras, chefe dos Bombeiros alerta sobre limpar terreno com fogo

PARA ATRAIR TURISTAS

VÍDEO: Bom Jesus realiza 1º Encontro de Motocross com sucesso, e prefeito promete investir no evento

EDUCAÇÃO EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Alunos dão show de aprendizado na Mostra de Conhecimento do Colégio Nossa Senhora do Carmo