header top bar

section content

Funcionária de universidade sertaneja não resiste a luta contra um câncer e morre na cidade de Patos

Nas redes sociais, amigos, colegas de trabalho e familiares lamentaram a morte precoce de Eri.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

13/11/2019 às 10h55 • atualizado em 13/11/2019 às 11h06

Eri tinha 53 anos e há 4 lutava contra um câncer (Foto: Reprodução / Folha Patoense)

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (13), na cidade de Patos, Sertão do estado, a sertaneja Erileuda de Andrade, de 53 anos.

Eri como era carinhosamente conhecida, faleceu ao perder a luta contra um agressivo câncer, o qual já durava cerca de 4 anos,

Ela era muito querida na cidade de Patos e trabalhava no escritório de uma universidade.

Nas redes sociais, amigos, colegas de trabalho e familiares lamentaram a morte precoce de Eri.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DESTAQUE

VÍDEO: Projeto de microcrédito coordenado por cajazeirense vence prêmio internacional em São Paulo

SE SENTINDO TRAÍDO

VÍDEO: Ricardo cita nomes responsáveis por racha e rejeita amizade com João: “Está na página deplorável”

FIM DO SONHO?

VÍDEO: Membro do comitê pede explicações sobre a não entrega do projeto do HU do Sertão dentro do prazo

VÍDEO

Júnior promete apoiar Denise para disputar prefeitura de Cajazeiras e denuncia gestão de Zé Aldemir