header top bar

section content

Justiça condena acusado de matar o próprio primo em cidade do Sertão a mais de 12 anos de prisão

O crime ocorreu na madrugada do dia 22 de abril de 2018, na rua José Pedro Cavalcante.

Por Luzia de Sousa

22/11/2019 às 05h32

A vítima faleceu no local do crime na cidade sertaneja

O Tribunal do Júri da Comarca de Itaporanga condenou Ednaldo Vicente da Silva, de 22 anos, a pena de 12 anos e seis meses de reclusão por ter matado o próprio primo, Manoel Lourenço da Silva, mais conhecido como Manoel Geraldinho, na cidade de Curral Velho, Sertão da Paraíba.

VEJA MAIS: Polícia prende 11, desarticula grupos suspeitos de homicídios, tráfico e posse de armas no Sertão

O crime ocorreu na madrugada do dia 22 de abril de 2018, na rua José Pedro Cavalcante. Conforme apurou a polícia no dia, Manoel Geraldinho, à época com 27 anos, teria sido surpreendido pelo acusado, que o acertou com um golpe de facão no abdômen.

Após o homicídio, ele fugiu e ficou escondido em uma casa no Sítio Gonçalo, que fica nas proximidades da cidade, saída para Diamante, mas foi localizado e preso pela polícia.

Após preso, ele foi encaminhado á Delegacia de Polícia Civil de Itaporanga, em seguida, conduzido à Cadeia Pública, onde ficou até então. Segundo informações repassadas ao Portal Diamante Online a acusação foi conduzida pelo promotor Edmilson Filho. A defesa poderá recorrer da decisão.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ESPORTE E EDUCAÇÃO

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Cajazeiras, encerra o ano letivo 2019 com Olimpíadas Internas

ORÇAMENTO DEMOCRÁTICO

VÍDEO: Conselheiros do OD se confraternizam em Cajazeiras e já iniciam debates sobre as ações para 2020

EDUCAÇÃO E EMPREGO

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe coordenadora e estudantes do Núcleo de Empregabilidade da FSM

MISSÃO CUMPRIDA

VÍDEO/FOTOS: Prefeito encerra aniversário de Santa Helena com mais inaugurações e shows em praça pública