header top bar

section content

Juíza da Comarca de Cajazeiras proíbe propaganda eleitoral no Carnaval; fiscalização será das polícias

Portaria tem como base a lei de propaganda extemporânea, que permite propaganda eleitoral somente após o dia 15 de agosto

Por Jocivan Pinheiro

21/02/2020 às 20h48 • atualizado em 21/02/2020 às 20h52

Carnaval de Cajazeiras

A juíza Dayse Maria Pinheiro Mota, titular da 68ª Zona Eleitoral, que compreende os municípios de Cajazeiras, Bom Jesus e Cachoeira dos Índios, baixou Portaria determinando qualquer manifestação política que se enquadre em propaganda eleitoral durante o período das festas carnavalescas.

A Portaria tem como base a lei de propaganda extemporânea, que permite propaganda eleitoral somente após o dia 15 de agosto.

VEJA MAIS: Bispo proíbe padres da Diocese de Patos de participarem de política partidária nas Eleições 2020

“Fica terminantemente proibido, nos municípios abrangidos pela 68ª Zona Eleitoral, qualquer tipo de propaganda eleitoral fora do prazo estipulado pela Lei nº 9.504/1997, por meio mecânico, eletrônico ou qualquer outra forma, sob pena de crime de desobediência”, escreve a juíza.

Ainda segundo a ordem judicial da magistrada Dayse Maria Pinheiro Mota, a fiscalização deve ficar por conta das polícias Militar, Civil e Federal.

Leia a Portaria completa

DIÁRIO DO SERTÃO

REI DAS PEGADINHAS

VÍDEO: Humorista faz revelação surpreendente sobre sua depressão: “Se você nunca teve, não julgue”

PROTEÇÃO

VÍDEO: Secretária de Saúde de Itaporanga explica como funcionam as ‘barreiras sanitárias’ da cidade

ELEIÇÕES 2020

VÍDEO: Filiado ao MDB, jornalista não descarta candidatura a prefeito de Campina Grande

GRUPO DE RISCO

VÍDEO: Médico explica a gravidade do novo coronavírus em pessoas hipertensas, diabéticas e cardiopatas

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!