header top bar

section content

VÍDEO: Padre de Uiraúna é acusado de expulsar casal de imóvel alugado e gera polêmica nas redes sociais

O casal estava residindo em um dos imóveis que a igreja disponibiliza para pessoas em situação de rua

Por Jocivan Pinheiro

25/03/2020 às 15h23 • atualizado em 25/03/2020 às 15h29

Um padre da Igreja Matriz da Sagrada Família, na cidade de Uiraúna, Sertão paraibano, está sendo criticado nas redes sociais porque teria expulsado um casal de jovens que estava residindo em um dos imóveis que a igreja disponibiliza para pessoas carentes em situação de rua.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra os móveis do casal no meio da rua. A garota estaria grávida e teria apenas 15 anos de idade.

De acordo com informações apuradas pelo radialista Rafael Matias, o padre Cleides Claudino promove um trabalho social em Uiraúna em que disponibiliza imóveis da igreja para pessoas em situação de rua. Mas em troca ele faz algumas exigências.

VEJA TAMBÉM

“Não esqueçam dos pobres nessa crise do coronavírus”, alerta padre da Diocese de Cajazeiras

Segundo Rafael Matias, uma das exigências é que os moradores não frequentem igrejas evangélicas, mas sim católicas, e que participem das atividades da igreja. Além disso, o padre teria alugado o referido imóvel com a condição de que os jovens se cassassem oficialmente.

A produção da TV Diário do Sertão tentou falar com o padre para saber qual o verdadeiro motivo pelo qual os inquilinos foram retirados do imóvel, mas as ligações foram atendidas pela sua secretária, que prometeu que o padre retornaria as ligações, mas isso não aconteceu.

DIÁRIO DO SERTÃO

AGUARDANDO EXAME

VÍDEO: Idosa de 70 anos morre em Sousa com suspeita de Covid-19, e secretário pede tranquilidade

SURPREENDEU MORADORES

VÍDEO: Engenheiro do DNOCS explica por que comportas do açude Engenheiro Avidos foram abertas

REFORÇO

VÍDEO: HRC receberá mais de 50 profissionais de saúde da 1ª Chamada Pública para combater o coronavírus

NOVAS MEDIDAS

VÍDEO: Prefeito de Sousa autoriza reabertura do Mercado Central, salões de beleza e academias

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!