header top bar

section content

Emoção marca alta de mais uma paciente com Covid-19 no Hospital de Patos

Ela não precisou ser intubada, mas necessitou do suporte ventilatório não invasivo.

Por Diário do Sertão com Secom

07/05/2020 às 16h39

Ivoneide Maria da Silva, de 40 anos, que teve alta após uma semana em tratamento contra Covid-19

Emoção e alegria resumem uma situação vivenciada, na manhã desta quinta-feira (7), pela equipe de profissionais do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, e a paciente Ivoneide Maria da Silva, de 40 anos, que teve alta após uma semana em tratamento contra Covid-19. Após receber alta, ela foi calorosamente saudada com palmas pela equipe do isolamento enquanto passava por um corredor formado pelos profissionais.

“Foi impossível conter a emoção. Foi um misto de sentimentos. Primeiro de alegria, porque eu estava voltando para casa depois de conseguir superar a doença e também pelo gesto daqueles profissionais que cuidaram tão bem de mim durante minha internação e também de tristeza, porque sei que há pessoas morrendo e outras que ainda não conseguiram superar a doença”, disse Ivaneide, que deu entrada na unidade no dia 30 de abril, com sintomas de síndrome gripal que depois, através de teste, confirmou o diagnóstico de Covid-19.

O diagnóstico de SARS cov2 foi confirmado por meio de teste rápido. Com sintomas leves e moderados, Ivoneide, uma semana antes de ir para o hospital, passou pela UPA de Patos e ficou fazendo tratamento em casa como se fosse uma gripe, mas, com o agravamento dos sintomas, uma febre que não cedia, associada a muita dor de cabeça e que evoluiu para fraqueza e falta de ar, ela voltou à UPA, de onde foi encaminhada para o Complexo, permanecendo do dia 30 de abril até esta quinta-feira (7). Ela não precisou ser intubada, mas necessitou do suporte ventilatório não invasivo.

Moradora do bairro do Jatobá, mãe de dois filhos que moram com ela e o esposo, a dona de casa disse que o maior incômodo da doença foi mesmo a falta de ar e fraqueza. “Cheguei a perder as forças e quando fui para o hospital eu nem conseguia falar mais de tanto cansaço, foi meu esposo que falava por mim”, disse ela, que ficou internada na ala de isolamento logo após o teste rápido dar positivo para Covid-19.

“Essa doença não é brincadeira. Eu peço a todos que se cuidem, porque não é fácil. Só quem passa por isso tem a verdadeira noção da gravidade e também os profissionais que estão na linha de frente e, nesse aspecto, quero dar meu testemunho sobre a forma como a equipe do hospital me tratou e trata os pacientes. Eles são anjos, de verdade, nos tratam com tanto carinho e dedicação que nem tenho palavras para agradecer”, disse ela.

Observe-se que Ivoneide não tem doença pré-existente, não tem comorbidade alguma, é uma mulher jovem e sadia e estava respeitando as regras de isolamento social, saindo de casa somente para o estritamente necessário e todas as vezes usando máscaras e higienizando as mãos com álcool gel. “Eu tomava todos os cuidados, nunca saí sem máscara, quando me senti mal fui logo na UPA e não tive contato, que eu saiba, com ninguém que teve essa doença e peguei. Portanto, que isso sirva de alerta para todas as outras pessoas que acham que esse vírus é brincadeira. Qualquer pessoa pode pegar”, disse ela, agradecendo o fato dos dois filhos, Italo e João Vitor, e seu esposo, Adeilton, não terem contraído a doença, ou pelo menos, não terem sinal disso, já que eles não apresentam nenhum sintoma e estão saudáveis. “Só tenho a agradecer a Deus por esse livramento e aos profissionais do hospital que me trataram. Agora tenho duas datas de aniversário, essa de hoje 07.05, e no próximo mês, o dia 08/06 quando completo 41 anos”, finalizou Ivoneide.

A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, comemorou junto com sua equipe mais uma alta de paciente de Covid-19. “Estamos muito felizes. Cada alta que damos, e essa foi a terceira essa semana, inclusive de pacientes idosos e com comorbidades, é uma chama de esperança que renova as nossas forças. Não tem sido dias fáceis, mas a equipe tem sido de uma dedicação tamanha e não tem medido esforços para manter um tratamento humanizado mesmo com todas as restrições de contato que a doença impõe. Esperamos que tenhamos muitas outras histórias de superação nesta batalha cotidiana na busca da cura de nossos pacientes”, enfatizou a diretora geral do Complexo, Liliane Sena.

A VERSÃO DO MÉDICO

VÍDEO: Prefeito de Ipaumirim-CE esclarece caso de idosa com câncer que não ficou internada no hospital

RISCO DE CONTAMINAÇÃO

VÍDEO: Vereador visita CDI de Cajazeiras e denuncia que carro da prefeitura aglomera pessoas em viagem

NÃO RESISTE AO CALOR

VÍDEO: Bioquímico confirma que coronavírus sobrevive menos tempo no Sertão por causa da temperatura

SAÚDE

VÍDEO: Pneumologista faz alerta sobre o Coronavírus: ‘Não ataca só os pulmões, ataca todos os órgaos’

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!