header top bar

section content

CGU descobre servidores da prefeitura de Cajazeiras e da Câmara de Sousa recebendo auxílio indevidamente

Todas as 223 prefeituras do estado da Paraíba tiveram servidores públicos municipais que receberam indevidamente o auxílio emergencial pago pelo Governo Federal

Por Jocivan Pinheiro

17/07/2020 às 19h51 • atualizado em 17/07/2020 às 19h58

CGU identifica milhares de beneficiários irregulares do auxílio emergencial na Paraíba

Todas as 223 prefeituras do estado da Paraíba tiveram servidores públicos municipais que receberam indevidamente o auxílio emergencial pago pelo Governo Federal na pandemia do novo coronavírus, totalizando 19.298 servidores, de acordo com um levantamento realizado pela Controladoria Geral da União (CGU).

Entre os dez municípios com maior número de servidores públicos que receberam auxílio emergencial indevidamente, estão Patos (336 servidores) e Cajazeiras (275 servidores), duas das principais cidades do sertão do estado.

Já a cidade de Sousa, que também é polo regional no sertão, aparece entre as que tiveram servidores de Câmaras de Vereadores na lista de beneficiários do auxílio emergencial indevidamente. Foram 7 servidores da Câmara de Sousa ao todo.

VEJA TAMBÉM

Secretária de Cajazeiras que apareceu na lista do auxílio aciona a CGU para investigar o caso

No caso do Legislativo municipal, apenas 124 Câmaras de Vereadores tiveram servidores com recebimento indevido do auxílio emergencial, num total de 348 servidores.

Com relação às prefeituras, o auxílio emergencial foi pago a 94 secretários municipais, 26 advogados, procuradores e assessores jurídicos, 21 tesoureiros, 9 médicos, 149 enfermeiros, 68 psicólogos, 48 fisioterapeutas, 41 odontólogos, 15 farmacêuticos, 12 fonoaudiólogos, 7 engenheiros e 362 agentes comunitários de saúde e de combate a endemias.

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO

VÍDEO: Jornalista diz que os três candidatos a vice-prefeito em Cajazeiras são ‘retrocesso na história’

REBATENDO O PREFEITO

VÍDEO: Empresário rompe o silêncio e nega ter citado ex-prefeita Denise em delação da Operação Andaime

AGLOMERAÇÃO

VEJA: Em visita de Bolsonaro ao Sertão da PB, mulher pede para ele baixar kg do arroz e vídeo viraliza

FUNDADOR DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Morte de Padre Rolim completa 121 anos, e fato ganha minucioso estudo histórico de sacerdote

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!