header top bar

section content

VÍDEO: OAB de Cajazeiras se manifesta sobre declaração de desembargador e cobra ações do TJPB no fórum

Repercutiu entre advogados e juízes o momento em que o ex-presidente do TJPB reclamou da distância de Cajazeiras para realizar sessão pela internet

Por Jocivan Pinheiro

31/07/2020 às 19h45 • atualizado em 31/07/2020 às 19h54

Repercutiu entre advogados e juízes de Cajazeiras o momento em que o desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), durante sessão remota (pela internet) da 3ª Câmara Cível do TJPB, reclamou da demora que alguns áudios e imagens levam para chegar ao computador dele devido à distância do emissor.

O desembargador disse que áudios e imagens de um colega que reside em João Pessoa chegam em tempo real, mas os de colegas que estão em Cajazeiras e no estado do Pernambuco chegam atrasados. Apesar da repercussão, o presidente da OAB – Subseção Cajazeiras, Jone Pereira, amenizou a polêmica.

“Em nenhum momento ele tentou denegrir ou desrespeitar a imagem da cidade de Cajazeiras, ele apenas tratava ali de distâncias físicas que ele entendia que atrapalhavam o julgamento devido àquele leguezinho [sic] que fica entre o momento que se grava o que se pronuncia e o momento que ele chega ao seu destino final, ocasionado muitas vezes por interferência na internet”.

VEJA TAMBÉM

OAB se posiciona contra, mas TJPB decide desinstalar outras três comarcas, entre elas a de Uiraúna

Contudo, a OAB de Cajazeiras aproveitou a ocasião para emitir uma nota ressaltando para o desembargador Marcos Cavalcanti os problemas enfrentados pelo judiciário em Cajazeiras e cobrando soluções ao TJPB. Entre as reivindicações destacam-se reformas na estrutura do Fórum Ferreira Júnior, conclusão do muro lateral do mesmo, contratação de mais juízes, entre outras.

NOTA DA OAB DE CAJAZEIRAS

Excelentíssimo Senhor Desembargador do TJPB – Marcos Cavalcanti de Albuquerque

Aproveitando a referência feita por Vossa Excelência à cidade de Cajazeiras, em recente Sessão da Colenda Terceira Câmara Cível do TJPB, a OAB, Subseção de Cajazeiras, por sua Diretoria e representando mais de 450 advogados, respeitosamente, argumenta e pleiteia o que segue:

Se, realmente, estivesse em Cajazeiras, o senhor trabalharia num Fórum Ferreira Júnior, prédio antigo, da Década de 70, e, hoje, desaparelhado em muitos itens que seriam necessários para uma casa de justiça…

Se estivesse em Cajazeiras, o senhor iria ter o privilégio de ver uma reforma no edifício do Fórum iniciada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, de um muro arrodeando o Fórum e construção de um depósito judicial, que está paralisada há mais de 1 (um) ano e sem qualquer previsão de retorno…

Se estivesse em Cajazeiras, o senhor poderia saber que o único bebedouro do fórum que fornece água aos jurisdicionados daquele ambiente consegue ficar quebrado por meses…

Se estivesse em Cajazeiras, o senhor saberia que estamos com déficit de juízes há muito tempo…

Se estivesse em Cajazeiras, o senhor veria que o gesso do Juizado Especial Misto chegou a desabar no mês de março desse ano, durante o expediente forense, por ausência de manutenção no telhado, fato que antecipadamente tinha sido comunicado ao TJPB…

Se estivesse em Cajazeiras, o senhor saberia que o Fórum local não possui sequer acessibilidade, sem rampas para portadores de necessidades especiais ou portas adequadas nos cartórios e salas de audiências para os que possuem alguma deficiência…

Se estivesse em Cajazeiras, o senhor veria que há mais de 10 anos foi prometida a construção de um novo Fórum na cidade, inclusive com valioso terreno doado ao TJPB, devidamente escriturado, mas tudo não saiu do papel, da utopia e nada foi feito…

Se estivesse em Cajazeiras, o Digno Magistrado veria a ausência de sensibilidade do TJPB, que o senhor presidiu há pouco tempo atrás, para as instalações precárias que atualmente o Fórum se encontra…

Se estivesse em Cajazeiras, certamente o senhor não teria a mesma internet que tem, mas conseguiria saber que, as dependências do edifício gerenciado pelo TJPB, carece de maior atenção e segurança…

Realmente o senhor não está em Cajazeiras, mas nós estamos e solicitamos em nome da OAB que seja dado ao Fórum Ferreira Júnior a devida e merecida atenção, para que assim consigamos ter uma Justiça que possua não apenas a “velocidade da internet” que é necessária, mas, também, o mínimo das condições que são necessárias ao bom funcionamento do órgão jurisdicional que atende uma população superior a 80.000 pessoas de 03 municípios (Cajazeiras, Bom Jesus e Cachoeira dos Índios)…

Mais uma vez, em nome da OAB – Subseção de Cajazeiras, pedimos a sensibilidade do Tribunal de Justiça da Paraíba, por esta nota, respeito e atenção pela Comarca de Cajazeiras.

Cajazeiras, 31 de Julho de 2020.

DIRETORIA DA OAB – SUBSEÇÃO DE CAJAZEIRAS.

DIÁRIO DO SERTÃO

OBSTRUÍDAS

VÍDEO: Comandante da PM dá detalhes do protesto que parou a pavimentação da estrada de Boqueirão

AÇÕES DE MORO

VÍDEO: Advogado lista equívocos e ilegalidades no processo da Lava Jato que prendeu Lula

ESTRATÉGIAS

VÍDEO: Jornalista acredita que Carlos Antônio pode indicar vice de Marquinhos fazendo acordo para 2022

PERÍODO ELEITORAL

VÍDEO: advogado cajazeirense diz que divulgar ou compartilhar Fake News gera prisão e multa

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!