header top bar

section content

Corpo de criança de 3 de anos morta após agressões é levado de Patos para o Maranhão

A criança só veio para a Paraíba há poucos meses, após a mãe conhecer o namorado em um aplicativo de relacionamento

Por Redação Diário

09/10/2020 às 08h23

A criança só veio para a Paraíba há poucos meses, após a mãe conhecer o namorado em um aplicativo de relacionamento

O corpo de Ktyli Kawane, criança morta após ser agredida em Patos, foi levado para o Maranhão, estado de onde ela era natural. A tia da vítima veio até a Paraíba realizar o translado.

A criança só veio para a Paraíba há poucos meses, após a mãe conhecer o namorado em um aplicativo de relacionamento e decidir morar com ele em Patos.

Coordenadora do Conselho Tutelar Norte, Dinorah Araújo encontrou com a tia da menina. “Ela chorou muito, não queria acreditar que a irmã fez isso”, contou em entrevista à TV Sol.

A mãe da criança e o padrasto seguem presos e apontados como os principais suspeitos do crime. De acordo com a Polícia Civil, a mãe sabia das agressões e permitia que o homem atacasse a criança. O caso segue em investigação.

DIÁRIO DO SERTÃO

ELEIÇÕES 2020

VÍDEO: Leonardo Gadelha diz que saúde de Sousa está na UTI, e Tyrone chama o adversário de ‘alienígena’

PROPOSTAS PARA SOUSA

VÍDEO: Em debate, candidato propõe modernização do DAESA, e adversário diz que o órgão é um ‘engodo’

DEBATES 2020

VÍDEO: Fábio Tyrone e Valdeci Filho divergem sobre investimentos em moradia popular na cidade de Sousa

"INGRATIDÃO"

VÍDEO: Denise responde a Zé Aldemir após ter família adjetivada de ‘casal anfitrião da Polícia Federal’

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!