header top bar

section content

VÍDEO: Advogado tira dúvidas sobre pente-fino do INSS que pretende revisar benefícios de Auxílio-Doença

O Governo Federal pretende revisar cerca de 170 mil benefícios com suspeitas de irregularidades

Por Luiz Adriano

05/09/2021 às 10h17 • atualizado em 05/09/2021 às 13h14

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciou no último mês de agosto, uma nova operação denominada de ‘Pente Fino’. O objetivo é fazer uma análise nos segurados que recebem Benefícios por Incapacidade (Auxílio Doença e Aposentadoria por Invalidez). Essa atividade faz parte do Programa de Revisão de Benefícios por Incapacidade. O Governo Federal pretende revisar cerca de 170 mil benefícios com suspeitas de irregularidades.

O alvo são os segurados que recebem Auxílio Doença que não tenham data de término ou que estão há mais de seis meses sem passar pela perícia médica.

VEJA TAMBÉM

VÍDEO: Veneziano explica suspensão da prova de vida dos beneficiários do INSS aprovada no senado

Agência do INSS
(Foto: reprodução/internet).

EXPLICAÇÕES IMPORTANTES

De acordo com o advogado Damísio Mangueira, ex-prefeito da cidade de Triunfo, na região de Cajazeiras, conforme vídeo no topo do texto, além desses segurados, muitos outros que estarão sujeitos ao pente-fino serão os que possuem documentos em falta no cadastro de concessão.

Ele explicou ao Diário do Sertão que muitos segurados já estão recebendo essas notificações, e que a previsão é que o Pente Fino ocorra até dezembro deste ano.

O jurista detalhou a ação do Governo Federal: “É uma ação do INSS que visa diminuir as fraudes em benefícios previdenciários ou se possível até eliminá-las. Essa operação consiste em uma análise minuciosa de todos os benefícios com o objetivo de detectar se esse benefício se enquadra nas regras atuais, ou se há alguma inconsistência”, definiu.

O advogado Damísio Mangueira explicou ainda sobre as principais cautelas que o segurado deve ter, e tirou dúvidas sobre suspensão ou cancelamento de benefícios, prazos para esclarecimentos junto ao órgão governamental, justificativas, entre outros.

DIÁRIO DO SERTÃO

AVANÇO NA EDUCAÇÃO

VÍDEO: Prefeita Denise Bayma entrega nova fachada e duas novas salas na Escola Maria do Carmo Gonçalves

DIREITO

VÍDEO: Adoções podem ser feitas extrajudicialmente a partir dos 12 anos, explica advogado

DEBANDADA

VÍDEO: Deputado Taciano Diniz explica por que deixou a base do governador para apoiar Veneziano

CANDIDATOS OU NÃO?

VÍDEO: Radialista desabafa contra políticos paraibanos que insistem em tentar recursos na Justiça

Recomendado pelo Google: