header top bar

section content

VÍDEO: Padre de Cajazeiras lamenta violência causada por desigualdade social e critica ‘braços cruzados’

O padre avalia que o aumento da fome, da miséria, do desemprego e pouca iniciativa pública estimulam o aumento da violência. Mas é preciso se indignar com essa situação e descruzar os braços para reagir

Por Jocivan Pinheiro

11/10/2021 às 15h05 • atualizado em 11/10/2021 às 15h08

Na coluna Direto ao Ponto, padre Francivaldo do Nascimento Albuquerque lamenta o aumento da violência no Sertão paraibano por consequência do aumento da desigualdade social.

O padre avalia que o aumento da fome, da miséria, do desemprego e pouca iniciativa pública estimulam o aumento da violência. Mas é preciso se indignar com essa situação e descruzar os braços para reagir.

“Eu apelo para todos que ainda estão com os braços cruzados, que lutemos, que façamos alguma coisa, que cobremos da sociedade, que tenhamos iniciativas, combatemos o preconceito e a própria violência para que tenhamos uma sociedade em que todos possam gritar o canto da esperança”, disse Pe. Francivaldo no seu comentário.

VEJA TAMBÉM

No dia de São Francisco, padre cobra ‘castramóvel’ e abrigo para animais abandonados em Cajazeiras

DIÁRIO DO SERTÃO

AVALIAÇÃO ONLINE

VÍDEO: Maioria aprova 290 dias da 2ª gestão do prefeito de Piancó em enquete do Diário do Sertão

BENEFÍCIO DO GOVERNO

VÍDEO: Chefe da 6ª Ciretran de Cajazeiras explica sobre anistia de débitos de licenciamento de motos

VOCÊ MERECE ESSE PRESENTE

VÍDEO: Ótica A Graciosa lança Esquenta Black com descontos arrasadores em peças e acessórios exclusivos

QUEDA DE BRAÇO

VÍDEO: IFPB recusa criação do IF Sertão, mas professor afirma que o projeto será votado no Congresso

Recomendado pelo Google: