header top bar

section content

Empresário do ramo fitness é encontrado morto dentro da sua casa, na Zona Norte de Cajazeiras

Segundo primeiras informações da polícia, o corpo estava em avançado estado de decomposição, indicando que a vítima pode ter morrido há cerca de dois dias

Por Jocivan Pinheiro

15/11/2021 às 10h57 • atualizado em 15/11/2021 às 11h56

Bambam foi encontrado morto dentro da sua casa (Foto: Arquivo Pessoal)

O professor de Educação Física e empresário do ramo fitness José Mércio Lima da Silva, 50 anos, conhecido como Fred Bambam, foi encontrado morto dentro da sua casa, no Loteamento Colorado, em Cajazeiras, na manhã desta segunda-feira (15).

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar ao Diário do Sertão, o corpo já estava em avançado estado de decomposição, indicando que a vítima pode ter morrido há pelo menos dois dias.

Um vizinho que teria sentido mau cheiro vindo da residência acionou a polícia, que acompanhou uma equipe do SAMU até o local. O cenário presenciado pelos policiais aponta para possível suicídio por enforcamento. O corpo foi encaminhado ao IML.

Bambam tinha 50 anos, era natural de Juazeiro do Norte-CE e trabalhou por muito tempo no ramo de academia. Ele também foi candidato a vereador em Cajazeiras pelo Partido Pátria Livre.

Histórico na família

Em 2018, o irmão de Bambam, Marconi Lima da Silva, 43 anos, foi encontrado morto na sua residência, na cidade de Juazeiro do Norte-CE, também em circunstâncias similares a suicídio.

VEJA TAMBÉM: Fred Bambam se emociona ao saber da morte de outro irmão em Juazeiro

DIÁRIO DO SERTÃO

A CASA CAIU

VÍDEO: Foragido da Justiça de São Paulo com pena de 8 anos de prisão, é preso na cidade de Pombal

"PONTO FACULTATIVO"

VÍDEO: Mesmo sem ser feriado, comércio de Sousa fica ‘deserto’ no São Pedro e causa estranheza

ESCOLA ESTADUAL

VÍDEO: Máquinas iniciam derrubada de escombros para construir o novo Manoel Mangueira em Cajazeiras

DE VOLTA PARA CASA

VÍDEO: Olho Vivo mostra como está o cajazeirense que foi encontrado no Ceará após 14 dias desaparecido

Recomendado pelo Google: