header top bar

section content

VÍDEO: Mãe de cajazeirense vítima da ‘Chacina dos Caixeiros Viajantes’ chora ao relembrar o triste dia

"Só quem sabe sou eu a falta e a ausência do meu filho Serafim Lopes de Sousa Neto", disse dona Anália que hoje tem 91 anos de idade

Por Luiz Adriano

26/01/2022 às 18h37 • atualizado em 26/01/2022 às 19h23

O programa Balanço Diário da TV Diário do Sertão foi até a residência da mãe de Serafim Lopes Neto, morto em um crime conhecido como ‘chacina dos caixeiros viajantes’ de Cajazeiras, ocorrido em 13 de novembro de 2002, na cidade de Zé Doca, no Maranhão.

Dona Anália Lopes, hoje com 91 anos de idade, relatou como recebeu a notícia da morte de seu filho há 19 anos atrás. Ela disse que ao chegar na casa de um familiar todos choravam porque já sabiam da notícia, e o dono da casa pediu para ela sentar e disse: ‘mataram Serafim Neto’.

VEJA TAMBÉM

VÍDEO: 19 anos depois, sobrevivente da chacina dos caixeiros viajantes faz revelações inéditas do crime

Dona Anália Lopes em entrevista ao Balanço Diário. (Foto: TV Diário do Sertão).

“Choro e lamento a saudade e a ausência, tudo quanto meu filho me deixou, que eu nunca pensei na minha vida, eu só me entrego a Jesus, só agradeço a Jesus Cristo que ele é rei dos reis e pai dos pais, Jesus é o médico dos médicos, por isso eu me conformo com tudo que ele bota nas minhas mãos, porque eu acho que Jesus só nos dá o que a gente merece…rezem e peçam a Jesus para não passar pelos momentos que estou passando, porque só quem sabe sou eu a falta e a ausência do meu filho Serafim Lopes de Sousa Neto”, disse dona Anália.

A CHACINA

Os caixeiros viajantes Serafim Lopes de Souza Neto, 38 anos; Jonathan Roberto Menezes Ferreira, 18 anos; e Cícero Alves da Silva, 25 anos, foram assassinados friamente por um homem e seu filho, na cidade de Zé Doca, no Maranhão. João Paulo Pinheiro, na época com 22 anos, foi baleado no rosto, mas conseguiu sobreviver.

DIÁRIO DO SERTÃO

À DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA

VÍDEO: Comandante dá detalhes da prisão de suspeito detido na região de Sousa após assalto a carro-forte

DESABAFOU

VÍDEO: Professor fala sobre decepção por falta de apoio para instalar o Museu do Futebol em Cajazeiras

CRÍTICA

VÍDEO: Pastor de São João do Rio do Peixe cita exemplos de xenofobia e exalta qualidades do Sertão

LEMBRAR SEMPRE

VÍDEO: Médico que marcou a história da política do Rio Grande do Norte terá trajetória narrada em livro

Recomendado pelo Google: