header top bar

section content

Costureira que foi baleada dentro de fábrica onde trabalhava, em Itaporanga, morre em hospital de Patos

Adriana Alves de Sousa, de 50 anos, tentava se recuperar dos ferimentos causados por disparos de arma de fogo durante uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 17 deste mês

Por Jocivan Pinheiro

30/07/2022 às 11h41 • atualizado em 30/07/2022 às 11h44

Adriana Alves de Sousa não resistiu aos ferimentos (Foto: Arquivo Pessoal / Redes Sociais)

A costureira Adriana Alves de Sousa, de 50 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (29), em um hospital da cidade de Patos, após passar mais de 40 dias internada em estado grave.

Adriana tentava se recuperar de ferimentos causados por disparos de arma de fogo durante uma tentativa de homicídio no dia 17 deste mês, em Itaporanga.

Segundo informações da polícia, na tarde do dia 17 um homem armado foi até uma fábrica têxtil em Itaporanga e atirou em Adriana pelo menos três vezes. O suspeito foi preso minutos depois.

Conforme as investigações, a esposa do suspeito também trabalha na fábrica e teria sido ameaçada por ele dias antes, o que leva a crer que ele pretendia matar sua esposa e acabou atingindo Adriana por engano.

DIÁRIO DO SERTÃO

OUSADIA

VÍDEO: Meliante arromba farmácia no Centro de Pombal e leva produtos equivalentes a mais de R$ 500,00

EM SUA OFICINA

VÍDEO: Homem é morto com tiro à queima roupa, tentando defender o irmão durante briga na região de Patos

"INSTITUTO DIVINO"

VÍDEO: No programa Mensagem de Esperança, palestrante explica o que é a família na visão espírita

SORTUDOS

VÍDEO: Mulher de Cajazeiras e homem da região de Pombal são sorteados no Bilhete Social Doação da Sorte

Recomendado pelo Google: